Lula: Não Faltará Dinheiro para Financiar Projetos


Presidente conclama empresários a procurarem o BNDES e avisa que está disponível para discutir investimentos

BRASÍLIA. Numa resposta aos críticos que acusam o governo de estar paralisado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu um aviso ontem aos empresários: não faltará dinheiro para o financiamento de projetos no país. Em discurso no lançamento do Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa), Lula convidou empresários a procurarem o BNDES com os seus projetos.

— Não faltará dinheiro para financiamento de projetos neste país. Agora, é preciso ter projeto, porque não dá para financiar idéias. Idéias a gente manda para a universidade fazer pesquisa. O BNDES e outras instituições trabalham com projetos concretos — disse o presidente.

Lula afirma que energia é vital para o desenvolvimento
Lula lembrou o lançamento de uma linha de crédito do BNDES para a região do polígono das secas, no Nordeste, de R$ 3,8 bilhões, e que no ano passado sobrou dinheiro do Fundo Constitucional do Nordeste porque não havia projetos. Segundo Lula, o governo teve de transferir R$ 1 bilhão destes recursos para o Centro-Oeste, porque a produção na região crescia 18% ao ano.
— Estou dizendo isso porque o empresário tem um projeto e fica preocupado. Eu quero dizer: não fiquem preocupados, se tiverem o projeto procurem o BNDES. E o BNDES pode dizer: já acabou o dinheiro. O que não pode é chegar no fim do ano e o BNDES dizer que não investiu todo o dinheiro porque não teve projetos — afirmou Lula.
Segundo o presidente, o governo está disposto a discutir, 24 horas por dia, com empresários brasileiros ou estrangeiros, projetos concretos de investimentos para o país:

— E os nossos ministros sabem que cada um tem de fazer a sua parte.

Lula apresentou uma lista das medidas adotadas pelo governo para garantir ao país o suprimento de energia, vital para o crescimento. Ele disse que em agosto o governo fará a sexta rodada de licitação para a exploração de petróleo, que deve envolver 775 campos. Para licitar outros 142 campos só falta o aval do Ibama. O governo espera obter R$ 20 bilhões com investimentos no setor.
Segundo Lula, a Petrobras também dispõe de R$ 6,8 bilhões para a construção de gasodutos. Até maio, diz o presidente, o governo vai licitar mais três blocos de linhas de transmissão e, até dezembro, serão feitas licitações para a produção de mais 3 mil megawatts de energia elétrica.
— Temos pressa, temos urgência, porque acreditamos no desenvolvimento do Brasil. Sabemos que a energia é condição sine qua non para que o Brasil possa retomar o seu crescimento e gerar a riqueza de que tanto precisamos.
Licitações têm de seguir
as regras, diz presidente
Lula lembrou ter tomado posse com obras de 35 hidrelétricas paralisadas desde 2001. Destas, 17 já foram retomadas:
— Agora, temos 18 projetos para destravar, e muitas coisas não estão dependendo apenas do Ibama, que muitas vezes parece mãe de juiz de futebol. Ou seja, todo mundo descarrega em cima do Ibama, sem se perguntar se ele está cumprindo uma norma.
Lula lamentou a falta de estrutura desses órgãos, o que faz com que as novas licitações para a área de energia tenham de esperar até dezembro.
— Há vários projetos que precisam de licenciamento prévio. E isso não pode ser feito a toque de caixa, não pode ser feito a pedido de um amigo, não pode ser feito burlando a lei. Temos que fazer as coisas bem feitas, como aprendemos desde pequeno: “O barato sai caro”, “o apressado come cru”.


31/03/2004

Fonte: O Globo

 

Avisos Licitações

18/12/2018

Legislativo andreense reabre licitação para controle de acesso

A Câmara de Santo André oficializou a retomada de licitação que tem co...

18/12/2018

Beto Preto autoriza licitação de asfalto em mais quatro bairros

O Departamento de Compras e Licitação da Prefeitura de Apucarana já tr...

17/12/2018

CNPE autoriza licitações para áreas exploratórias de petróleo e gás natural

Em reunião realizada nesta segunda-feira, foi definido que as duas rod...

17/12/2018

Licitação para a implantação do teleférico de Juazeiro deve ocorrer neste mês

O turismo religioso que movimenta também a economia da Região do Carir...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita