Licitação Revolta Publicitários do Rio


Três das cinco agências mais bem colocadas para ganhar conta do governo são de outros estados.

O mercado publicitário do Rio reagiu ontem indignado ao resultado parcial da licitação aberta pelo estado para escolher as cinco agências que cuidarão da imagem do governo a partir deste ano. Isto porque três das cinco empresas mais bem classificadas no critério técnico da concorrência — o outro é o melhor preço — são de outros estados e não têm filiais no Rio.
O governo do estado diz que a licitação, no valor total de R$ 100 milhões, segue critérios exclusivamente técnicos e que, por lei, não poderia privilegiar nenhuma empresa. O resultado final da licitação deve ser conhecido semana que vem, quando serão abertos os envelopes com os preços cobrados pelas agências.

Lula Vieira diz que decisão do governo é incoerente:
Uma das principais vozes do mercado no Rio, o publicitário Lula Vieira, dono da VS Propaganda, diz que o resultado da concorrência é incoerente com a briga do governo por novos investimentos.
— O resultado mostrou o que o governo acha dos profissionais cariocas. Foi uma verdadeira pisada na bola. Se o governo não se sente responsável por prestigiar empresas cariocas, quem o fará? — pergunta Vieira, acrescentando que, no exterior, é praxe agências ganharem concorrências de governo em suas praças.
Segundo a Secretaria estadual de Comunicação, responsável pela concorrência pública, entre as agências mais bem classificadas estão a Agnelo Pacheco, de São Paulo; a Makplan, de Recife; e a SMA, de Fortaleza; além da Giovanni SSB e da Agência 3, ambas do Rio. Essas empresas saem na frente na concorrência e serão contratadas se concordarem com as melhores propostas financeiras entre as 24 concorrentes.
Dono da MG Comunicações, Marcelo Goroditch afirma que as agências do Rio são as mais credenciadas para as campanhas do estado:
— Como um agência que está no Nordeste pode entender os problemas do Rio? Eu não atenderia bem uma conta de Recife. Será que nossas agências não têm capacidade?

Secretário: governo é quem conhece problemas do Rio
O secretário de Comunicação, Ricardo Bruno, discorda:
— Quem conhece os problemas do Rio é o governo. As agências vão usar a sua técnica para traduzir a visão do governo em linguagem publicitária — diz Bruno.


06/03/2004

Fonte: O Globo

 

Curso Licitações

22/05/2019

Licitação de agência de publicidade na prefeitura prevê R$ 3 milhões no ano

A licitação aberta pela Prefeitura de Dourados para contrata...

22/05/2019

Ribeirão Preto abre licitação para corredores de ônibus

A prefeitura de Ribeirão Preto, no interior paulista, abriu ...

22/05/2019

Prefeitura de Guanambi abre licitação para alugar caminhões pipa e outros veículos

A prefeitura de Guanambi abriu nova licitação destinada à lo...

22/05/2019

Prefeito Vital Costa assina autorização para processo licitatório do calçadão da UEPB

Na tarde desta terça-feira (21/05), a administração municipa...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita