TCU Permite a SERPRO Contrato sem Licitação


Sindicato questionou contratação de empresa por ministério.
BRASÍLIA. O Tribunal de Contas da União (TCU) suspendeu ontem a decisão que impedia o Serpro de contratar, por 180 dias, os serviços de tecnologia e informática da License, empresa do grupo TBA. A suspensão do contrato havia sido decidida pelo ministro Augusto Sherman Cavalcanti, com base numa representação do Sindicato das Empresas de Informática do Distrito Federal.

A entidade questionou a contratação da License pelo Ministério do Planejamento por R$ 25 milhões e a contratação, pelo Serpro, da License, por R$ 5 milhões. A subcontratação foi decidida pelo Serpro porque não teria como atender a toda a demanda do serviço. A licitação foi dispensada sob o argumento de falta de tempo.

Em nota, o Serpro informou ter assumido o compromisso de absorver totalmente os serviços de tecnologia da informação e comunicações solicitados pelo Ministério do Planejamento.

A TBA representa no Brasil a Microsoft e tem como uma de suas proprietárias a empresária Maria Estela Boner Leo, ex-sócia do ex-assessor do Planalto Waldomiro Diniz.


04/03/2004

Fonte: O Globo

 

Curso Licitações

18/12/2018

Legislativo andreense reabre licitação para controle de acesso

A Câmara de Santo André oficializou a retomada de licitação que tem co...

18/12/2018

Beto Preto autoriza licitação de asfalto em mais quatro bairros

O Departamento de Compras e Licitação da Prefeitura de Apucarana já tr...

17/12/2018

CNPE autoriza licitações para áreas exploratórias de petróleo e gás natural

Em reunião realizada nesta segunda-feira, foi definido que as duas rod...

17/12/2018

Licitação para a implantação do teleférico de Juazeiro deve ocorrer neste mês

O turismo religioso que movimenta também a economia da Região do Carir...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita