CPI divulgará nomes de empresas que contrabandearam


Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pirataria divulga, na próxima sexta-feira (14), na Assembléia Legislativa de São Paulo, o nome das empresas envolvidas em uma rede de contrabando de equipamentos de informática. Entre os equipamentos, estão computadores e laptops recondicionados nos Estados Unidos e vendidos como novos no Brasil, além de impressoras pirateadas ou contrabandeadas. A informação é do presidente da CPI, deputado Medeiros (PL-SP).

Os deputados da comissão também vão divulgar os nomes das empresas que, supostamente, foram prejudicadas ao comercializarem produtos sem saber que eram contrabandeados.

Auxílio dos EUA

O deputado Rubinelli (PT-SP), integrante da comissão, disse que a intenção da CPI é desmantelar a quadrilha junto com a Receita Federal e a Polícia Federal. A CPI também pretende pegar a conexão fora do Brasil e, para isso, vai pedir auxílio dos Estados Unidos e cobrar a responsabilidade daquele país no combate a esse contrabando.

O deputado diz que não pode antecipar muito as investigações, mas alerta que o trabalho dessa “máfia” é algo gigantesco e muito bem organizado. “Nós vamos trazer ao conhecimento público documentos realmente estarrecedores, que mostram de que forma o crime organizado se colocou aqui no Brasil”.

Licitações públicas

Rubinelli informou que somente uma das empresas envolvidas fatura mensalmente R$ 14 milhões, e apenas uma das pessoas investigadas têm dez empresas no nome dela. O deputado também destaca que os contrabandistas podem estar entrando em processos de licitação. “Pode ser que esses criminosos tenham participado até de licitações públicas e, obviamente, podem ter ganho as licitações porque, como o material deles era contrabandeado e não pagavam impostos, eles podiam, com certeza, oferecer um melhor preço. Estamos investigando isso também”, conclui o parlamentar.

No mês passado, a CPI realizou em conjunto com a Polícia Civil paulista uma operação que apreendeu 115 mil peças em empresas de informática. Os deputados pretendem ouvir os investigados, nesta semana, em audiências públicas na Assembléia Legislativa de São Paulo.


10/05/2004

Fonte: Agência Camara

 

Curso Licitações

29/01/2019

Curso de Licitações Públicas em Porto Alegre e São Paulo

Quer treinar sua equipe para obter melhores resultados nos processos d...

22/02/2019

Prefeitura abre licitação para obras viárias

A Prefeitura de Uberlândia anunciou, na manhã de ontem, a abertura do ...

21/02/2019

Nova rodoviária receberá 39 mil passageiros por dia; licitação sai em 60 dias

O novo terminal rodoviário de Salvador já tem local definido: a sede s...

21/02/2019

Prefeitura marca abertura de envelopes de licitação para reforma do antigo prédio do INSS

A Prefeitura de Criciúma agendou para a próxima segunda-feira (25), às...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita