Prefeita lança edital de licitação do Hospital da Mulher


Na Semana em que será comemorado o Dia Internacional da Mulher (8 de março), a prefeita Luizianne Lins lança o edital de licitação do Hospital da Mulher.
O complexo especializado em saúde reprodutiva, que atenderá a 1.200 mulheres por dia, deverá ter suas obras iniciadas daqui a dois meses, caso a licitação transcorra sem problemas.
Em uma cerimônia que reuniu representantes de movimentos em defesa dos direitos das mulheres da cidade, a prefeita anunciou a realização da licitação para a obra e também apresentou uma cartilha que esclarece sobre o papel do hospital. A unidade funcionará na área que antes abrigava o Jóquei Clube de Fortaleza.
O espaço de 200 mil metros quadrados foi adquirido pela Prefeitura em uma negociação conturbada e deverá ter apenas 10% de sua área destinada às
instalações do novo hospital.
“Serão 40 mil metros quadrados de área para o hospital, sendo 20 mil metros quadrados de área construída e mais 10 mil metros quadrados para um parque verde destinado à comunidade”, esclareceu a prefeita. A obra está orçada em 56 milhões e como explica a coordenador do projeto do Hospital da Mulher, Lourdes Góes, o primeiro bloco, composto por ambulatórios, laboratórios e parte de imagens, deverá estar concluído até o final da gestão.
Fazendo uma previsão otimista, Lourdes Góes aposta que até agosto ele estará em funcionamento, atendendo a 700 mulheres por dia. Ela acrescenta ainda que a estrutura do hospital, concebido de forma modular, auxiliará no andamento das obras. O prédio é totalmente horizontal, o que deverá facilitar a construção gradual dos outros blocos, assim será possível dar continuidade às obras com serviços em andamento.
O segundo bloco a ser construído deverá ser o de internações e depois o bloco de UTIs. O projeto arquitetônico da unidade foi doado pelo arquiteto João Filgueiras Lima(conhecido como Lelé Filgueiras), idealizador do modelo de hospital adotado pela Rede Sarah Kubitschek. O diferencial do projeto,
como destacou a prefeita Luiziane Lins, é oferecer um espaço humanizado para o acolhimento das pacientes.
O Hospital da Mulher terá 158 leitos entre unidades de terapia intensiva e leitos/dia, para a recuperação de pacientes que passarão por cirurgias ambulatoriais. Lourdes Góes frisa que o foco de atenção da unidade
está na atenção integral da mulher, com destaque para a saúde reprodutiva.
Será um centro de excelência que contará com ambulatórios de atendimento a adolescentes, mulheres na idade adulta e também na velhice. Lá, elas poderão encontrar diversas especialidades, como cardiologia e endocrinologia e também serviço de obstetrícia destinado apenas para mulheres com complicações.


05/03/2008

Fonte: Última Hora

 

Avisos Licitações

23/02/2024

Governo ES realiza Concurso Público: Ceasa-ES abre licitação para banca examinadora

Nesta última sexta-feira (23), a Ceasa-ES anunciou...

24/02/2024

Governo faz dispensa de licitação de R$ 225,6 milhões em programa de assistência técnica rural

O governo do estado convocou entidades de assistên...

23/02/2024

Prefeitura anuncia licitação para construção do Centro Administrativo

No dia 21 de fevereiro de 2019, Ribeirão Preto con...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita