Obras no Rio São Francisco recomeçam


BRASÍLIA - Dezessete dias depois do fim da greve de fome de Dom Cappio e após as paradas das festas de fim de ano, os militares do 2º Batalhão de Construção e Engenharia do Exército retomam nesta segunda-feira as obras do projeto de transposição do Rio São Francisco.
Desde junho, os militares executam trabalhos de topografia e construção de uma barragem e dois canais de aproximação do rio com as estações de bombeamento na região de Cabrobó (PE). Em dezembro do ano passado, uma liminar do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF) chegou a suspender as obras, mas o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu pela continuidade do projeto.
No mesmo mês, o bispo de Barra (BA), dom Luiz Flávio Cappio, anunciou o fim de uma greve de fome em protesto contra a transposição que durou 27 dias. Foi a segunda greve de fome do bispo que já ficará 17 dias sem comer em outubro.
A assessoria de comunicação do Ministério da Integração Nacional, pasta responsável pelo projeto, não informou a data do início das obras civis, que serão executadas pelo vencedor da licitação do Lote 1, definido em dezembro. O Consórcio Águas do São Francisco, formado pelas empresas Carioca S.A, Paulista e Serveng, será responsável por obras de instalação, montagem, testes e comissionamento dos equipamentos mecânicos e elétricos. O projeto da transposição está orçado em R$ 4,9 bilhões.
Dos canteiros instalados em Cabrobó e Floresta (PE) vão partir dois canais que levarão a água do rio aos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco.
Obra sofreu contratempos
As máquinas e os integrantes do Batalhão de Engenharia do Exército, responsável pela primeira etapa dos trabalhos - a abertura dos canais de aproximação -, haviam interrompido suas atividades em razão de uma liminar concedida pelo TRF no dia 10 de dezembro, determinando a suspensão das obras. Embora a liminar tenha sido derrubada pelo STF, as atividades permaneciam paralisadas em razão dos festejos de final de ano.
O Exército começou a trabalhar na região no início de junho, com a chegada a Cabrobó do primeiro contingente do Exercito, formado por 50 homens, e o maquinário utilizado nas obras. Poucos dias depois chegaram mais 150 pessoas. Entretanto, o efetivo tem aumentado de acordo com o andamento dos trabalhos. A cidade fica à margem esquerda do rio na divisa entre Bahia e Pernambuco.
Nessa primeira etapa, que se estendeu por todo o primeiro semestre de 2007 e somente deverá ser concluída em meados de 2008, estão sendo abertos os canais do eixo norte e eixo leste.
O primeiro deles vai retirar água do rio a 80 metros da Ilha de Assunção, dos índios truká, levando para os rios Apodi, Piranhas e Jaguaribe. De lá, seguindo para os estados da Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. O canal terá 2.080 metros de extensão até barragem localizada no interior da Fazenda Trukutu. O acampamento foi montado na beira da BR-245, ocupando uma área de dois hectares da antiga Fazenda Mãe Rosa.
O segundo canal, o eixo leste, está sendo aberto na cidade de Floresta, a 110 quilômetros, para levar as águas do São Francisco, captada numa das bordas do lago da Barragem de Itaparica, aos rios Moxotó e Paraíba, e de lá seguindo para os estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba. Esta segunda construção está a cargo dos militares do 1º BEC, sediado em Caicó (RN), 3º BEC, em Picos (PI) e 4º BEC, de Barreiras (Bahia).


07/01/2008

Fonte: Globo Online

 

Curso Licitações

01/01/2024

Cursos On Line AO VIVO - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso On Line Ao Vivo da Nova Lei de Licitação e...

29/01/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/03/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita