Unisys e governo renovarão contrato por 40% a menos


O Ministério do Trabalho e a Unisys do Brasil estão em negociações e deverão anunciar nas próximas semanas a assinatura de um acordo para manutenção do processamento de dados do sistema de seguro-desemprego e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados com preços revistos. O novo valor será 40,6% menor.
Desde junho de 2004, a operação dos mainframes estava sendo mantida por meio de liminar judicial, uma vez que a multinacional havia ameaçado desligar as máquinas em resposta à decisão dos técnicos do governo de auditar o contrato original de R$96 milhões por ano. A medida foi tomada devido à suposta incapacidade da Unisys em comprovar R$40 milhões em custos do serviço.
O Tribunal de Contas da União, o Ministério Público Federal e a Controladoria Geral da União, chamados para avaliar a situação, a consideraram nociva aos cofres públicos. Mas para a procuradora federal Raquel Branquinho, a empresa se apropriou do banco de dados do seguro-desemprego e, por conta dessa dependência tecnológica, o ministério ficaria sujeito a superfaturamento.
A última questão pendente é a duração do novo contrato: a Unisys quer dois anos, e o governo pede um só. A meta da administração federal é rever todas as situações nas quais não detém o controle dos sistemas de informática.


10/01/2005

Fonte: Baguete

 

Curso Licitações

07/02/2023

Loteria Mineira publica edital de licitação para concessão da exploração de jogos

Foi publicado no Diário Oficial do Estado desta te...

06/02/2023

Prodest começa licitação para expandir ações de Service Desk nos órgãos estaduais

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunica...

06/02/2023

Prefeitura abre licitação por área de 1,7 mil metros quadrados no Parque dos Poderes

No dia 06 de março de 2023, às 9h, a Prefeitura Mu...

06/02/2023

Aberta licitação para construção de novos fóruns digitais

Foi publicada no Diário da Justiça, a abertura da ...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita