Única competidora, Embraer tenta vencer licitação na Colômbia


BASE AEREA DE APIAY, Colombia - A Embraer iniciou neste sábado as provas e demonstrações do Super Tucano para uma comissão de especialistas da Força Aérea da Colômbia, numa tentativa de vender ao país vizinho 22 aeronaves de combate por 234,5 milhões de dólares.
A empresa brasileira foi a única a apresentar proposta. Outras companhias, como as norte-americanas Raytheon Aircraft e Lockheed Martin, acusaram a Colômbia de montar um processo que beneficia a Embraer e se recusaram a participar.
Após a análise, a Força Aérea recomendará ao governo colombiano que compre ou não os aviões da Embraer. A decisão deve ser anunciada até o final de agosto.
Caso a compra seja aprovada, será a maior licitação da indústria militar colombiana dos últimos anos. Os novos aviões deverão substituir modelos OV-10 e A-37, com cerca de 35 anos de serviço, atualmente usados para combater o narcotráfico, a guerrilha de esquerda e os esquadrões paramilitares de extrema direita.
Caso a Embraer vença a licitação, o contrato será assinado no final de 2005 e as primeiras quatro aeronaves deverão ser entregues à Colômbia até dezembro de 2006.


26/06/2005

Fonte: Reuters

 

Curso Licitações

07/10/2022

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

03/02/2023

MPF divulga pregão eletrônico para aquisição de água mineral para unidade no PI

O Ministério Público Federal (MPF) torna público o...

03/02/2023

Licitação para ampliação do aeroporto de Cachoeiro pode sair neste ano

O projeto de reforma e ampliação do Aeroporto Muni...

03/02/2023

Raquel Lyra abre nova licitação de R$ 303 milhões. Saiba para qual finalidade

O Governo do Estado abriu uma licitação de R$ 303....
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita