Tribunal dá aval para a licitação do Leve Leite


O TCM (Tribunal de Contas do Município) autorizou ontem o prosseguimento da licitação para o fornecimento de leite em pó para a rede municipal. O conselheiro Roberto Braguim reviu sua posição a favor da licitação desde que a gestão José Serra (PSDB) comprove que a nova forma de distribuição do produto gere economia.
A prefeitura exigirá que as empresas entreguem o leite em pó diretamente nas 1.796 escolas e creches da rede. Desde 95, a entrega era feita em um depósito central, que fazia a distribuição.
Em 21 de novembro, Braguim suspendeu a concorrência ao entender que a entrega direta elevaria o custo para os fornecedores.
Para o secretário Januário Montone (Gestão), a distribuição pontual eliminará o custo de armazenamento e a contratação de funcionários. Ele prometeu enviar, a cada três meses, um relatório com o total de gastos.
A nova licitação também dividirá a entrega do leite em pó em quatro lotes, o que aumentará o número de empresas. Atualmente, o serviço é feito pela Tangará Importadora e Exportadora.
A Secretaria de Gestão, responsável pela compra de 1,8 milhão de quilos de leite em pó por mês, estima gastar R$ 130 milhões.


21/12/2005

Fonte: Folha de São Paulo

 

Avisos Licitações

01/01/2024

Cursos On Line AO VIVO - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso On Line Ao Vivo da Nova Lei de Licitação e...

29/01/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/01/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

01/03/2024

Prefeitura obtém orientação da CBB e abrirá nova licitação para trocar piso do Moringão

Após conseguir obter uma normativa técnica expedid...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita