Transpetro fecha preços para apenas 16 navios


A Transpetro, subsidiária de logística da Petrobras, anuncia hoje o resultado final das negociações de preços com os estaleiros para a construção, no Brasil, de 26 navios de grande porte. Deste total, a estatal só fechou acordos para construção de 16 embarcações. Para os outros dez navios, justamente os de maior porte (tipo Suezmax), a Transpetro não conseguiu ainda um entendimento sobre preços com o consórcio liderado pela Camargo Corrêa e do qual também participam Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão e Aker Promar. Esse consórcio terá assistência técnica da Samsung.
Uma fonte que participa do processo disse que as negociações com os outros estaleiros foram fechadas há mais dez dias. Como os estaleiros deram descontos sobre os preços ofertados à Transpetro na abertura dos envelopes, em março, eles ainda recalculavam, na semana passada, item por item os dados das planilhas de custos. O preço dos navios tipo Aframax teria caído entre 15% e 20% por unidade em relação à melhor oferta apresentada no mês de março.
Na ocasião, o consórcio Rio Naval, formado pelo grupo MPE, IESA, Sermetal e Hyundai, ofereceu US$ 112 milhões para construir cada unidade de Aframax com os itens adicionais exigidos pelo edital de licitação da Transpetro e com aço a preço internacional. O consórcio da Camargo Corrêa fez, por sua vez, a melhor proposta para os navios Suezmax. Ofertou US$ 121 milhões para construir este tipo de navio com todos os acessórios, preço cerca de 31% maior, à época, do que embarcação com adaptações semelhantes vendida no mercado internacional, segundo fontes do mercado.
Como ainda não houve acordo com a Camargo Corrêa, que pretende fazer os navios em estaleiro em Suape (PE), hoje devem ser oficializados os resultados das negociações com dois estaleiros cariocas - Rio Naval, para os navios Aframax e Panamax, e Mauá Jurong, para as embarcações destinadas ao transporte de derivados de petróleo - e com um catarinense, o estaleiro Itajaí, que fez oferta pelos navios gaseiros. Em uma primeira instância, o Itajaí havido sido desclassificado pela comissão de licitação, mas se manteve no páreo por meio de uma decisão da Justiça.
Ontem a Transpetro ainda acertava detalhes para a cerimônia de assinatura dos contratos de construção dos navios, que pode ocorrer amanhã, em Brasília, com a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A construção dos navios da Transpetro é uma das bandeiras do atual governo. A decisão de fazer os navios no país fez parte da campanha de Lula à presidência e é considerada pelo governo um marco na retomada da indústria naval brasileira.
O processo já se prolonga por mais de dois anos, com diversas contestações judiciais. Um dos argumentos da indústria naval e da Transpetro é de que o sistema de financiamento do setor no país, por meio do Fundo de Marinha Mercante (FMM), torna os navios competitivos, quando o custo da embarcação é trazido a valor presente (valor do bem ao longo do período do financiamento). O agente financeiro do FMM é o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com quem os estaleiros terão de negociar uma série de questões, como as garantias financeiras, antes de começarem de fato a construir os navios.
Entre os estaleiros existentes, há casos em que estão previstas outras negociações. O Rio Naval, por exemplo, pretende comprar o estaleiro Sermetal, no Rio, cujos ativos pertencem à IVI, do empresário Nelson Tanure. Já existe uma carta de opção garantindo a venda dos ativos do estaleiro - dono do maior dique seco para construção de navios na América do Sul - ao consórcio liderado pelo grupo MPE. "O grupo olha oportunidades não só neste projeto (da Transpetro), mas também na construção de plataformas", diz Renato Abreu, presidente do MPE. A diversificação seria uma maneira de diluir custos de investimento e ganhar escala de produção.


20/06/2006

Fonte: Valor On Line

 

Curso Licitações

28/05/2024

Prefeitura lança edital de licitação para obras de pavimentação de 32 ruas em Triunfo; obras..

A Prefeitura de Triunfo, lançou o edital de licita...

28/05/2024

Licitação para concessão de água e esgoto em Divinópolis será em julho

A Prefeitura de Divinópolis publicou o edital para...

28/05/2024

Lajeado Novo lança licitação milionária para material de escritório

A Prefeitura de Lajeado Novo anunciou um
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita