Tam Supera Gol Em Licitação e Obtém Vôos para Frankfurt e Madri


SÃO PAULO (Reuters) - A TAM, maior companhia aérea do país, recebeu autorização para operar três frequências semanais para Frankfurt (Alemanha) e sete para Madri (Espanha), superando a rival Gol na disputa pelas rotas.
De acordo com a assessoria de imprensa da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), os três vôos para a cidade alemã referem-se a frequências que estavam com a Varig mas não eram operadas pela empresa, que foi comprada pela Gol.
Já os vôos para Madri estavam inoperantes, segundo o órgão regulador.
Uma assessora da Anac disse que a Gol apresentou propostas por Frankfurt e Madri, mas não soube informar se essas rotas seriam operadas pela Varig.
Mais cedo, nesta sexta-feira, a Gol reduziu seu plano de expansão de frota, "para dar continuidade a seus planos de desenvolvimento da malha de vôos e redução de custos". As mudanças se concentraram, basicamente, nos aviões do grupo para operar as rotas domésticas.
A Gol, que comprou a Varig no final de março em uma operação de 320 milhões de dólares, tenta evitar a perda de "slots" -horários de pousos e decolagens- para vôos internacionais que foram interrompidos pela Varig enquanto a companhia estava sob proteção judicial.
A prioridade da Gol é retomar os vôos da Varig para a Europa (Espanha, França, Alemanha e Itália) e o México, onde há menos espaço nos aeroportos.
Em entrevista à Reuters no último dia 21, o presidente da Gol, Constantino de Oliveira Jr., disse que a empresa está trabalhando para não perder nenhuma frequência internacional da Varig.
A TAM informou que implementará os novos vôos para Frankfurt e Madri até o fim do ano. "Todas as providências necessárias para a operação dessas freqüências já estão sendo tomadas pela TAM."
A TAM lidera o mercado doméstico de aviação e fechou maio com quase 50 por cento de market share. Nas rotas internacionais, a TAM tem participação de mais de 70 por cento.
Na semana passada, a TAM assinou memorando de entendimento para a aquisição de 22 aviões A350 da Airbus e o exercício de quatro opções de compra da aeronave A330. Pelos preços de tabela dos aviões, usados para rotas de longa distância, o valor do negócio é de cerca de 5,4 bilhões de dólares.


06/07/2007

Fonte: O Globo

 

Curso Licitações

01/01/2024

Cursos On Line AO VIVO - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso On Line Ao Vivo da Nova Lei de Licitação e...

29/01/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/01/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita