Suape abre licitação para novos terminais


O Complexo Industrial e Portuário de Suape, localizado em Pernambuco, vai abrir nos próximos meses nova licitação para a implantação e operação de terminais de cargas destinadas às operações com grãos e granéis sólidos. Os quatro terminais, avaliados em R$ 150 milhões, deverão ser construídos e operados pela iniciativa privada.
Para viabilizar o projeto, o presidente do porto, Matheus Antunes, diz que a criação de um fundo imobiliário no valor aproximado de R$ 300 milhões está sendo finalizado. Esses recursos serão destinados a garantir a viabilidade financeira do empreendimento.
"Estamos mudando a lógica de construção. Não pensamos mais em construir novos cais", afirma Antunes. "A idéia agora é que o investidor seja responsável desde a construção do berço de atracação à operação do terminal, daí a necessidade de criarmos um fundo imobiliário. Os estudos de viabilidade serão concluídos ainda este mês de forma a lançarmos as licitações em abril".
As negociações para a estruturação do fundo imobiliário que atenderá às necessidades do investidores estão sendo travadas com o banco francês Société Générale e Banco do Brasil, além de diversos grupos privados, segundo o executivo.
O otimismo em torno do projeto se deve em função das perspectivas de movimentação de cargas em Suape nos próximos anos. Somente na área de grãos a perspectiva é de que os volumes operados nos próximos anos cheguem a 2 milhões de toneladas de trigo.
Essa movimentação está atrelada ao projeto de transferência das operações do moinho da Bunge Alimentos do porto do Recife para a área do complexo de Suape, a um custo aproximado de R$ 125 milhões.
O Estado também está negociando com o grupo cearense M.Dias Branco, que produz massas e biscoitos, a implantação de uma unidade industrial de massas e biscoitos e de um moinho cujos investimentos podem superar os R$ 800 milhões.
Também existe a possibilidade de que os novos terminais venham a ser responsáveis pela movimentação das cargas de milho destinados ao setor avícola local, que consome cerca de 600 mil toneladas anuais do grão. Essa carga atualmente é trabalhada através do porto do Recife.
A entrada em operação da ferrovia Transnordestina, prevista para um prazo máximo de cinco anos, também irá elevar o potencial dos novos terminais em função do escoamento da produção de grãos de estados como a Bahia e o Maranhão.
Na área de granéis sólidos o objetivo é consolidar o porto pernambucano como plataforma para operações envolvendo minério de ferro, cimento e clínquer (rejeito ou produto da calcinação de argila ou calcário). "Temos a garantia que a mineradora Mhag, que já iniciou suas exportações por Suape, deverá exportar até 4,8 milhões de toneladas de minério de ferro dentro de um ano", diz o presidente do complexo. "Também existe a garantia de operação de 3,6 milhões de toneladas anuais de clínquer para uma cimenteira, que deverá começar suas atividades em Suape ainda este ano."
Em função das perspectivas de crescimento, Suape tem pressa para agilizar a construção de seu quarto berço de atracação, voltado para operações conteineirizadas, que pelo cronograma atual deverá estar concluído até o próximo mês de dezembro.
Os recursos necessários, que totalizam R$ 60 milhões, viriam de restos a pagar do Orçamento Geral da União (OGU) do ano passado e do Projeto Piloto (PPI).
Para a execução dos acessos viários que interligarão a Ilha da Cocaia ao continente, beneficiando os terminais de granéis sólidos e o estaleiro que está sendo implantado pela Camargo Corrêa, Suape pleiteia outros R$ 60 milhões.
Os recursos deverão ser originários de emendas parlamentares. "Estamos tentando incluir a construção dos acessos como obras ligadas ao PPI. Dessa forma transferiríamos os recursos propostos pelo Executivo para o OGU 2006 para esta finalidade evitando riscos de possíveis contingenciamentos", observa Antunes.


03/02/2006

Fonte: Valor On Line

 

Avisos Licitações

02/02/2023

Prefeitura de SP abre licitação para manutenção das ciclovias da capital

A Prefeitura de São Paulo, através da SMT (Secreta...

01/02/2023

Prefeitura divulga edital de licitação para construção de um novo ESF Caçador

Os moradores do bairro Caçador ganharão uma nova s...

01/02/2023

Prefeitura de Taubaté revoga licitação para compra de material escolar

A prefeitura de Taubaté revogou a licitação para c...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita