Sete grupos já estão preparados para disputar as licitações da Transpetro


Grupos nacionais e estrangeiros da área naval estão finalizando as parcerias para disputar a concorrência aberta pela Transpetro, a subsidiária de logística da Petrobras, que envolve a construção de 42 navios, num investimento estimado em US$ 1,9 bilhão. A entrega das propostas na fase de pré-qualificação está marcada para amanhã, no auditório do prédio da Transpetro, no centro do Rio.
As empresas terão de entregar dois envelopes: um com a documentação jurídico-fiscal e outro contendo informações técnicas e econômico-financeiras. O secretário de Energia, Indústria Naval e Petróleo do Rio, Wagner Victer, disse que sete grupos do Rio apresentarão propostas, dos quais seis farão ofertas para o grupo A do edital, que habilita as empresas a participarem da licitação para construir todos os tipos de navios.
Segundo Victer, os estaleiros que entrarão na concorrência são Brasfels, Eisa, Rio Nave, Mauá Jurong, Renave e Sermetal, além da Nuclep. O Rio Nave é o único estaleiro fluminense que deve se inscrever só para participar dos grupos B e C, que incluem navios gaseiros, do tipo Panamax, e para transporte de derivados. Ele informou que a Nuclebrás Equipamentos Pesados (Nuclep), ligada ao Ministério de Ciência e Tecnologia, deve entregar proposta em parceria com o grupo polonês Gdnynia e com a brasileira PEM Setal.
Victer disse que o estaleiro Lisnave, de Portugal, fechou acordo com o estaleiro Renave, de Niterói (RJ), que tem projeto para ampliar o seu dique seco. O secretário também informou que os grupos Daewoo, Hyunday e STX, todos da Coréia do Sul, estão fechando parcerias com as empresas locais para habilitar-se à concorrência. Outra empresa que costura parceiras, segundo Victer, é a francesa Technitas, do grupo Bureau Veritas. Ele não revelou com quem os estrangeiros vão se associar, pois as tratativas seguem até o último instante.
No mercado, comenta-se que o grupo Jurong, de Cingapura, deve fechar com sua controlada brasileira, o Mauá-Jurong. Também especula-se que o Daewoo estaria fechando parceria com o BrasFels, de Angra dos Reis, pertencente ao grupo Keppel, de Cingapura. Fontes do setor disseram que os sócios dos dois grandes projetos de novos estaleiros - um em Suape (PE) e outro em Rio Grande (RS) - estariam negociando acordo para entrarem juntos na licitação.
O projeto de Suape é da Camargo Corrêa e teria a Mitsui como sócia. Já o de Rio Grande é da norueguesa Aker em parceria com a Promar e Queiroz Galvão, contando com aporte tecnológico da Samsung. A fonte disse que dificilmente os estaleiros serão construídos.


15/03/2005

Fonte: Valor On Line

 

Avisos Licitações

17/07/2024

Hospital de Palhoça 100% SUS anuncia data de licitação

A construção do primeiro hospital 100% SUS de Palh...

17/07/2024

Licitação para construção das alças de acesso da Antônio Heil será lançada pela terceira vez

O governo de Santa Catarina “já pode pedir música ...

17/07/2024

Estado lança licitação para conclusão do Núcleo Regional de Polícia Científica de Tubarão

O governo do Estado lançou nesta segunda-feira, di...

17/07/2024

TRE-MS abre licitação para contratar serviços de vigilância eletrônica por até R$ 3 milhões

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Gros...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita