Secretaria de Saúde de Brusque esclarece valores em licitação para compra de EPIs


Na tarde desta sexta-feira, 22, a Secretaria de Saúde de Brusque esclareceu a compra de equipamentos de proteção individual (EPI) estimada em R$ 9 milhões para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 pelos próximos 12 meses.

A assessora jurídica administrativa do setor de Licitações da Prefeitura de Brusque, Joseana Paes Lopes, explica que o procedimento licitatório na modalidade pregão inicia com a solicitação da Secretaria de Saúde, que estimou um quantitativo dos materiais necessários para o uso ao longo de 12 meses.

Em maio, o departamento de compras da pasta fez a cotação dos valores com três empresas fornecedoras. Com base nos valores repassados por cada empresa, chegou-se ao preço médio de cada produto, totalizando, assim, o valor estimado de R$ 9 milhões.

“Esses valores são a média feita com base nos orçamentos que comprovam que é o preço praticado no mercado hoje. A licitação possibilita que no dia da abertura das propostas, ocorra uma disputa de preços, em que as empresas reduzem o valor. Esses R$ 9 milhões são apenas um valor estimado”.

Joseana lembra ainda que os produtos só serão consumidos de acordo com a necessidade da secretaria ao longo de um ano.

“A administração não tem obrigatoriedade de fazer a aquisição desses produtos. É um valor meramente estimativo, o valor final será o menor preço apresentado pelas empresas licitantes, na fase de lances e desde que atendidas todas as condições de habilitação e aprovação das amostras pela Secretaria de Saúde. A compra será feita pelo melhor valor, ou seja, pelo menor valor ofertado em cada produto”.

O secretário de Saúde, Humberto Fornari, explica que há diferença no preço estimado das máscaras, por exemplo, porque são modelos diferentes e utilizadas de formas diferentes.

“Essa máscara que tem o valor médio de R$ 32 é a que dá a garantia de não contaminação para o indivíduo que está usando. É diferente da máscara cirúrgica. Ela é preconizada para situação específicas, como o trabalho de odontólogos, assistentes da odontologia, para o pessoal do centro de triagem, que são os que mais precisam de proteção. Ela tem durabilidade de 15 dias, então, se fizer as contas, custa R$ 2 por dia”.

Fornari lembra ainda que o valor dos EPIs tiveram um grande aumento com a pandemia e que a cada semana há acréscimo de valor. “Os orçamentos foram feitos dia 7 de maio, mas alguns produtos hoje já devem estar com outro valor, devido a alta demanda”.

A habilitação das empresas para o pregão encerrou às 17h desta sexta-feira. Segundo a prefeitura, 15 envelopes com propostas foram protocolados.

A abertura das propostas acontece na segunda-feira, 25, às 14h30, via Skype. Qualquer pessoa ou entidade pode acompanhar a licitação ao vivo, pelo canal do setor de Licitações da Prefeitura de Brusque no Youtube.




22/05/2020

Fonte: O Município

 

Curso Licitações

06/07/2020

TJ-BA abre licitação para serviço de copeiragem para atender desembargadores

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) abriu uma licitação n...

06/07/2020

Justiça obriga Prefeitura de Blumenau a fazer licitação para concessão de serviços funerários

A Quinta Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de...

06/07/2020

Pela 2ª vez, licitação de R$ 1,2 milhão para análise de exames não atrai empresas

Nenhum laboratório se interessou em concorrência da Sesau (S...

05/07/2020

ANTT poderá adiantar licitação de concessão da BR-040 para o início de 2020

RIO E BRASÍLIA – A Agência Nacional de Transportes Terrestre...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita