Saneamento precisa de verbas


O saneamento ambiental brasileiro não é dos melhores. Existem 45 milhões de pessoas que ainda não têm acesso à água potável, 83 milhões de famílias não contam com ligação de esgotos em suas casas e o lixo de 14 milhões não é coletado regularmente. No RS, 500 mil pessoas permanecem excluídas do sistema de distribuição de água tratada. Levantamentos apresentados ontem pelo secretário estadual das Obras Públicas e Saneamento, Frederico Antunes, indicam que a Corsan garante o abastecimento de água potável em 343 municípios do RS, atingindo 98% dos moradores. Nas demais 153 cidades, incluindo Porto Alegre, Novo Hamburgo e Pelotas, o serviço é municipalizado. Na tentativa de minimizar a exclusão, o governador Germano Rigotto determinou que até dezembro de 2006 as moradias de 15 mil famílias sejam interligadas ao sistema de abastecimento da Corsan. Somente nos primeiros 18 meses de governo, 9,4 mil casas passaram a receber água a partir da escavação de poços artesianos e da instalação de bombas de sucção, reservatórios e redes de canalização. Foram investidos mais de R$ 7,5 milhões, entre janeiro de 2003 e junho de 2004. Desse valor, R$ 2 milhões vieram do governo federal. Antunes anunciou que a Corsan deverá investir, só neste ano, R$ 150 milhões em obras.


06/07/2004

Fonte: Correio do Povo

 

Curso Licitações

07/10/2022

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

03/02/2023

MPF divulga pregão eletrônico para aquisição de água mineral para unidade no PI

O Ministério Público Federal (MPF) torna público o...

03/02/2023

Licitação para ampliação do aeroporto de Cachoeiro pode sair neste ano

O projeto de reforma e ampliação do Aeroporto Muni...

03/02/2023

Raquel Lyra abre nova licitação de R$ 303 milhões. Saiba para qual finalidade

O Governo do Estado abriu uma licitação de R$ 303....
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita