Ribeirão abre licitação para obras do distrito empresarial


Ribeirão Preto (SP)- Projeto de criação do distrito se arrasta desde a primeira gestão de Palocci como prefeito. Mais de dez anos depois de anunciado por Antônio Palocci Filho (PT), em sua primeira gestão como prefeito da cidade (1993-1996), o projeto do distrito empresarial de Ribeirão Preto deverá finalmente sair do papel. O prefeito Welson Gasparini (PSDB) anunciou na última terça-feira a abertura de licitação para colocação de energia elétrica, instalação das redes de água, esgoto, asfalto, galerias pluviais, entre outras obras no distrito. Orçadas em R$ 5 milhões, as obras deverão ficar prontas em 2006.
"Estamos com 52 empresas adquirentes de lotes, inclusive a Cervejaria do Ratinho, que adquiriu área e se propõe a, dentro de 12 meses, estar vendendo cerveja", disse o prefeito Gasparini. O apresentador do SBT anunciou no final do ano passado, durante campanha eleitoral, intenção de produzir cerveja na cidade, mas não forneceu maiores detalhes sobre o investimento.
O coordenador da associação dos adquirentes de lotes, Paulo Senna, estima que sejam criados 1,5 mil postos de trabalho no distrito. O valor das obras, segundo ele, deverá passar dos R$ 80 milhões.

Licitação por etapas
Segundo Gasparini, na primeira e segunda etapas do distrito sobraram apenas dois lotes, que entrarão em licitação nesta semana. "Para esses dois lotes, por sinal, já temos interessados, além de mais 14 pretendentes para as etapas três e quatro, sendo um deles uma fábrica que pretende ocupar 40 mil m² de área", disse Gasparini, sem dar detalhes sobre o novo investimento.
O prefeito disse que o distrito empresarial vem em boa hora, "porque tenho tido uma série de contatos com empresas que têm demonstrado um grande interesse em vir para nossa cidade, inclusive algumas internacionais", afirmou, lembrando do anúncio, na semana passada, do investimento de R$ 10 milhões no Centro de Inteligência da Nestlé para a América Latina.
O prédio de 2 mil m², dotado de tecnologia de informação de última geração, anunciado pelo próprio presidente da Nestlé Brasil, Ivan Zurita, centralizará as operações das fábricas da multinacional na América Latina e empregará na cidade de Ribeirão Preto 500 pessoas de vários países da região.
Entre as empresas selecionadas para o distrito, há fabricantes de equipamentos médicos, hospitalares e odontológicos, algumas com fábricas na região de Ribeirão Preto. Há ainda empresas dos setores de embalagem, química, transportes, gráfica, imobiliárias e construção.

Histórico
Com localização privilegiada, o distrito fica a dez quilômetros do centro da cidade, no entroncamento do Anel Viário com a rodovia Anhangüera, o distrito empresarial terá inicialmente 600,6 mil m² de área total, que poderá ser ampliada para 882 mil m².
O distrito surgiu na primeira gestão de Antonio Palocci como prefeito, que desapropriou a área por R$ 18 milhões à época. Seu sucessor, o tucano Luiz Roberto Jábali, já falecido, renegociou o valor e acabou pagando R$ 6 milhões pela área, ou seja, um terço do valor original. De volta à prefeitura em 2001, Palocci iniciou as primeiras obras de terraplanagem no distrito, com gastos de R$ 1 milhão, abriu concorrência para outras obras de infra-estrutura, no valor de R$ 6,7 milhões, licitou os lotes mas não levou adiante as obras.


04/08/2005

Fonte: Gazeta Mercantil

 

Avisos Licitações

17/04/2024

Arcoverde: Prefeitura é orientada a fazer licitação prévia para estrutura do São João

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomend...

17/04/2024

Prefeitura lança licitação para construção do Centro do Idoso, em Treze de Maio

A prefeitura de Treze de Maio lançou na última sem...

17/04/2024

Administração municipal de Barracão prepara lançamento da licitação da praça

A informação é do prefeito Jorge Luiz Santin, que ...

17/04/2024

Prefeitura publica licitação para construção da UBS do Jardim Andréa, a 36ª unidade de saúde..

Comprometida com a qualidade dos serviços de saúde...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita