Proposta da concorrência no zôo terá aval técnico


A proposta financeira da concorrência para realizar serviços no Parque Zoológico "Quinzinho de Barros", em Sorocaba, passará por avaliação técnica antes de ser aprovada. Essa situação ocorre porque apenas uma empresa disputa a fase final do processo.
A avaliação técnica consiste no envio do processo a técnicos da Secretaria de Habitação, Urbanismo e Meio Ambiente da Prefeitura, pasta à qual o zôo está ligado, para que eles verifiquem se o preço cobrado está dentro da realidade do mercado.
A empresa Pratic Service e Terceirizados, de Sorocaba, única que permanece na concorrência, propôs um valor de R$ 2.357.591,04 para os 24 meses do contrato. O valor corresponde a cerca de R$ 98 mil por mês de trabalho.
De acordo com o secretário de Habitação, Urbanismo e Meio Ambiente, José Dias Batista Ferrari, o valor está R$ 25 mil acima do que a Prefeitura paga atualmente, mas houve acréscimos de tarefas e serviços na licitação que está em curso.
Ele diz que, se os técnicos avaliarem que, mesmo assim, o valor proposto é muito alto em relação ao que se cobra no mercado, a empresa não será contratada. Neste caso, será realizada uma nova concorrência para se encontrar preço menor.
A Pratic Service se tornou a única participante do processo porque a São Geraldo, a outra empresa concorrente, foi inabilitada. A São Geraldo deixou de apresentar uma certidão exigida pelo edital, chegou a recorrer, mas não teve seu recurso aceito.
Outras duas empresas, a Corporação Guitlm e a Viatel, ambas de Sorocaba, adquiriram o edital no final do mês de julho e participaram, no dia 5 de setembro, da visita técnica ao local onde a vencedora vai trabalhar, mas desistiram antes da apresentação das propostas.
A concorrência do Parque Zoológico Quinzinho de Barros visa contratar uma prestadora de serviços na área de administração. Essa empresa terá a incumbência de complementar o trabalho da Prefeitura, que gerencia o parque por meio da Secretaria de Habitação.
A administração foi obrigada a contratar serviços externos porque o parque cresceu depois da revitalização do ano passado. Além disso, tem batido recordes de público por conta das reformas que o poder público realizou.
A proposta prevê que a empresa se responsabilize pelo controle da bilheteria e pelo acesso ao parque. Que também faça a manutenção, limpeza e conservação predial, que inclui varrição, jardinagem e roçagem das áreas externas.


26/10/2005

Fonte: CruzeiroNet

 

Avisos Licitações

07/02/2023

Loteria Mineira publica edital de licitação para concessão da exploração de jogos

Foi publicado no Diário Oficial do Estado desta te...

06/02/2023

Prodest começa licitação para expandir ações de Service Desk nos órgãos estaduais

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunica...

06/02/2023

Prefeitura abre licitação por área de 1,7 mil metros quadrados no Parque dos Poderes

No dia 06 de março de 2023, às 9h, a Prefeitura Mu...

06/02/2023

Aberta licitação para construção de novos fóruns digitais

Foi publicada no Diário da Justiça, a abertura da ...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita