Pregão para hemoderivados economiza R$ 50 milhões


Uma economia de R$ 50 milhões foi o resultado imediato da adoção da modalidade de pregão para licitação de compra de hemoderivados pelo Ministério da Saúde. A mudança, ocorrida em março de 2003, baixou o preço unitário dos fatores 8 e 9 (subprodutos do sangue utilizados no tratamento das coagulopatias) de U$ 0,41, valor praticado desde 1997, para US$ 0,16, valor de compra adotado atualmente.

Até 2002, eram gastos anualmente US$ 129 milhões na compra dos hemoderivados. Em março de 2003, o Tribunal de Contas da União (TCU) determinou a anulação de uma licitação iniciada em outubro de 2002 a partir de denúncia de que os envelopes com as propostas comerciais haviam sido violados. A partir dessa constatação, o TCU autorizou uma compra emergencial de 25% do total licitado para evitar o desbastecimento e determinou a adoção da modalidade pregão nas compras de hemoderivados.
Em maio de 2004, uma ação conjunta da Polícia Federal e do Ministério da Saúde culminou na prisão de diversos acusados de envolvimento em irregularidades em licitações para a compra de hemoderivados. A chamada Operação Vampiro revelou um esquema de corrupção que fraudava licitações no Ministério da Saúde há mais de 10 anos. Estima-se que nesse período tenham sido desviados R$2 bilhões da saúde.


16/06/2004

Fonte: Terra

 

Avisos Licitações

30/01/2023

Governo do Estado lança licitação para asfaltar ruas da Moreninha IV

O Governo do Estado vai levar asfalto para ruas do...

30/01/2023

Licitação para nova ponte do Itacaiunas deve sair esta semana

A construção da terceira ponte sobre o Rio Itacaiu...

30/01/2023

Licitação da Prefeitura de Salgueiro prevê contratação empresa de decoração do Carnaval por R$86mil

Após abrir licitação para contratar trio elétrico ...

30/01/2023

Prefeitura de Salgueiro faz licitação de empresa de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos

Um edital de licitação, do tipo concorrência, foi ...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita