Prefeitura vai gastar R$ 5 milhões em obras de recuperação


Os estragos provocados pelas chuvas das últimas semanas atingiram vários pontos da cidade, mas o maior prejuízo será aos cofres do município. A Secretaria de Obras e Transportes estima que serão gastos em torno de R$ 5 milhões para recuperar todos os pontos que apresentaram problemas, segundo a Assessoria de Imprensa.
Os locais que mais preocupam e têm atenção redobrada são: a ponte e a estrada de acesso ao Bairro Jaguari, que permanecem em estado de emergência desde a última sexta-feira; a principal via para entrada à Cecap - interditada no último sábado devido ao desbarrancamento de um lado da pista, e uma erosão localizada no Bairro Maria Busch Modeneis - que comprometeu o asfalto e o tráfego de veículos no único acesso à região.
A assessoria também informou que outras melhorias serão realizadas em paralelo com a verba de R$ 5 milhões, como contenção de terra em barrancos com risco de deslizamento, recuperação de galerias de água, pavimentação de trechos nas vias públicas e capinação.
JAGUARI
As obras do Jaguari já estão em andamento e o processo de licitação foi publicado anteontem no Jornal Oficial do Município. Segundo o diretor de Obras da secretaria, Nadir Arruda de Paula Eduardo Júnior, o acesso deve ser liberado em breve - em virtude da agilidade dos trabalhos. Já a conclusão das melhorias deve ocorrer em 60 dias.
Por enquanto cerca de 30 funcionários da Emdel e SAAE atuam no local nas obras de contenção dos taludes - segurando o aterro que sofreu deslizamento, devido ao desgaste do tubo ármico responsável pelo escoamento de água do Córrego da Corredeira.
Além disso, os engenheiros atribuem o desbarrancamento parcial da ponte em virtude da falta de manutenção da área - que possui 25 anos, bem como a degradação do meio ambiente, que exercia função importante na retenção e infiltração das águas e por fim, a exploração imobiliária naquela região. “Para se ter uma idéia da quantidade de água que passa pela ponte - esse córrego é afluente do Rio Piracicaba e possui 1 milhão de metros quadrados”, declarou o diretor.
CECAP
A Rua Flávio R. da Silveira, principal via para entrada à Cecap, situada há alguns metros de uma das rotatórias da Via Antônio Cruañes Filho prossegue inacessível e as obras não tem prazo para começar, de acordo com a Assessoria de Imprensa. Segundo a assessoria, por enquanto estão sendo realizados serviços de avaliação do local. É possível que o investimento nesse caso, seja maior que o esperado pois há possibilidades de demolição de todo local para nova construção. Por isso ainda trabalha-se com hipóteses.
MODENEIS
No Bairro Maria Busch Modeneis, onde houve erosão e deslizamento de terra comprometendo uma parte da via, também há pressa para iniciar as obras de reparo. No entanto, a assessoria não soube informar quando os trabalhos começam.


03/02/2005

Fonte: Gazeta de Limeira

 

Curso Licitações

01/01/2024

Cursos On Line AO VIVO - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso On Line Ao Vivo da Nova Lei de Licitação e...

29/01/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/01/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita