Prefeitura lança edital para obras no Centro


As obras de reurbanização de espaços públicos no Centro de Porto Alegre deverão começar em setembro deste ano. Os locais englobam uma área de cerca de seis hectares e atingem os Armazéns A e B do Cais do Porto, até a Praça da Matriz, passando pela avenida Sepúlveda, Praça da Alfândega e rua General Câmara. O edital de concorrência pública das obras de recuperação da área central da Capital foi publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial do Município.
O coordenador do Programa Viva o Centro, Glênio Bohrer, disse que as obras, orçadas em R$ 3 milhões, estão previstas para começar em setembro e incluem melhorias no sistema viário, na acessibilidade, na iluminação e no pavimento.
Os recursos são provenientes do Programa Monumenta, do governo federal, e da iniciativa privada.
A reforma prevê a colocação de paralelepípedos na avenida Sepúlveda e a substituição do asfalto da rua General Câmara por blocos de concreto. Segundo Bohrer, na Praça da Alfândega haverá reformas nos canteiros e as luminárias serão recuperadas. Também estão previstas mudanças nos caminhos internos da praça. Na frente do Clube do Comércio, existe a proposta de construção de uma faixa exclusiva para a circulação de veículos durante a noite. "A abertura ao trânsito de veículos tem o objetivo de facilitar o acesso ao futuro Centro Cultural da Caixa Econômica Federal, que funcionará no antigo Cinema Imperial", disse Bohrer.
Na avenida Mauá, próximo ao Cais do Porto, haverá uma alteração no pavimento, com o objetivo de reduzir a velocidade dos veículos e a diminuição dos engarrafamentos e atropelamentos de pedestres na região. Além dessas reformas, estão em execução as obras de restauração da Biblioteca Pública. Os processos de contratação das empresas que executarão as obras de restauro da Igreja Nossa Senhora das Dores e do prédio que abrigará a Pinacoteca Municipal Aldo Locatelli, na rua Duque de Caxias, também estão em andamento.
No Programa Monumenta da Capital estão relacionados em torno de 170 imóveis públicos e privados que compõem o acervo a ser preservado. Até o final do projeto, terão sido investidos mais de R$ 20 milhões na preservação do centro histórico de Porto Alegre, entre recursos públicos e privados.


18/05/2007

Fonte: Jornal do Comércio

 

Avisos Licitações

21/07/2024

Prefeitura de Campo Grande lança licitações para vidro, creatina e home care

A Prefeitura de Campo Grande lançou licitações par...

21/07/2024

Ministério da Agricultura abre licitação para contratar serviços terceirizados em MS

O Ministério da Agricultura e Pecuária abriu licit...

20/07/2024

Governo de SP anuncia licitação para duplicação da rodovia Bunjiro Nakao

O Governo de São Paulo publicou uma licitação para...

20/07/2024

Cidade de SC fará Centro de Eventos ao lado de atração recém-aberta

Está em finalização um projeto que será feito em f...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita