Prefeitura de Jaraguá do Sul abrirá nova licitação para construção da Ponte da Contemplação


A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, informou ao ser questionada pela reportagem do OCP, que abrirá uma nova licitação para construção da ponte estaiada no Centro da cidade. O projeto está paralisado desde novembro de 2021, quando ocorreu o rompimento de contrato com a empresa anteriormente licitada, a Ecopontes.

Segundo o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos Otoniel da Silva, o projeto aguarda liberação do departamento jurídico da Prefeitura para que o edital possa ser liberado e uma nova empresa seja licitada para retomar as obras. Ainda não há prazo para a liberação.

“O projeto foi encaminhado ao [departamento] jurídico para fazer pequenas adequações, que já estão prontas. São questões quantitativas, de componentes estruturais, como ferro e aço. Dentro de um processo normal, essas adequações fariam aditivo para mais ou para menos”, pontua.

A antiga empresa licitada, chamada Ecopontes, cuja sede fica em Presidente Prudente (SP), foi licitada em setembro de 2021, mas teve o contrato suspenso apenas dois meses depois. De acordo com o secretário, não se sabe exatamente a razão de a empresa ter largado o projeto.

“Durante a execução, nosso setor de engenharia fez avaliações levaram à conclusão de que seriam necessárias alterações na parte estrutural. Problemas normais que ocorrem neste tipo de obra e de projeto. A empresa levantou uma série de dificuldades, o que culminou no rompimento do contrato”, explica.

À época, a empresa apresentou a menor proposta, que foi de R$ 9.090.570,30, ou seja, de R$ 1.664.546,33 menos que o valor de referência do Edital, que era de R$ 10.755116,63. A Ecopontes chegou a posicionar os tapumes em torno da área onde começaria as obras, mas findou os trabalhos pouco depois.

A ponte de contemplação turística
A ponte da contemplação, que já tem até um projeto de lei na Câmara de Vereadores para levar o nome do empresário Eggon João da Silva um dos fundadores da WEG, prevê a construção de uma passagem no pilar que sustentava a antiga Ponte Abdon Batista, no Centro de Jaraguá do Sul.

A ponte em estrutura metálica estaiada, com largura de 4 metros e comprimento de 70 metros ligará a Rua Hugo Braun, no Centro, com a Max Wilhelm, na Vila Baependi. Não haverá necessidade de indenizações, já que o acesso do Centro se dará pela rua em frente ao Hotel Kairós e, na outra margem do rio, há uma área pública.

Além de servir como uma ótima alternativa de ligação entre os dois bairros para os pedestres e ciclistas, a ponte servirá para as pessoas contemplarem a beleza natural daquela região.

Valor histórico
O uso da balsa era o principal meio para atravessar o Rio Itapocu no início dos anos 1900. A travessia era necessária para escoar a produção agrícola e, portanto, a passagem era essencial para que os produtos chegassem aos grandes centros.

O ponto de chegada na margem esquerda do rio era um trapiche construído ao lado do comércio de Jorge Czerniewicz, conhecido como porto Czerniewicz. Jaraguá do Sul possuía cerca de oito mil habitantes nesta época. Para acelerar o escoamento dos produtos, ma pequena ponte foi construída, mas, em 1911, uma enchente levou a estrutura, por estar a apenas um metro do nível do rio.

Logo depois, em 1913, foi inaugurada uma nova passagem. Uma estrutura de ponte metálica, que estava sendo transportada de navio da Inglaterra para a África do Sul, acabou atracando no Brasil, em Florianópolis, onde a estrutura foi descarregada.

O deputado estadual Abdon Batista interviu para que essa estrutura permanecesse no Brasil e fosse destinada para a Colônia Jaraguá. A ponte tinha piso de madeira e, em 1925, chegou a ganhar uma cobertura de zinco e foi utilizada por cerca de 50 anos, quando se percebeu a necessidade de construir um acesso mais adequado para atender o crescimento do município.

Da estrutura antiga, permaneceu apenas o pilar no meio do rio, tombado por meio de um decreto municipal (9.035/12) de 17 de dezembro de 2012. A utilização do pilar na nova ponte será uma maneira de preservar este patrimônio, dando o cuidado no entorno e fazendo com que ele seja visto e ainda mais valorizado.


23/06/2022

Fonte: OCP News

 

Avisos Licitações

10/08/2022

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

11/08/2022

Americana abre licitação para reforma e ampliação da creche Tupã

A Prefeitura de Americana abriu licitação para ref...

10/08/2022

Em Vieirópolis, prefeito Célio da Usina anuncia licitação para pavimentação e drenagem no Sítio..

O prefeito da cidade de Vieirópolis, Célio Aristót...

10/08/2022

Aviso de licitação é publicado para pavimentação da BA-539 entre São Miguel e Laje

Nesta quarta-feira (10), o processo licitatório pa...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita