Prefeitura assina financiamento com recursos do PAC


A Prefeitura de Piracicaba assinou com a Caixa Econômica Federal contrato de financiamento no Programa Saneamento para Todos, na modalidade Saneamento Integrado, no valor de R$ 7,6 milhões. Os recursos, provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), são destinados a obras de melhorias de água e tratamento de esgoto no município.
O contrato do financiamento foi assinado no Centro Cívico pelo prefeito Barjas Negri (PSDB), pelo presidente do Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae), Vlamir Schiavuzzo, e pelo superintendente regional do banco, Isaac Samuel dos Reis. O recurso, somado à contrapartida de R$ 850 mil do Semae (totalizando R$ 8,5 milhões), permitirá a execução de quatro obras -o financiamento tem prazo de 240 meses para pagamento e taxa de juros de 5% ao ano.
Serão destinados R$ 2,4 milhões para abastecimento, com a ampliação da captação de água na Estação Corumbataí. Cerca de R$ 1,7 milhão vai ser usado na construção de um reservatório na Estação de Tratamento de Água (ETA) Capim Fino. Intervenções na rede de coleta de esgoto somam R$ 4,4 milhões do montante e mais R$ 4,2 milhões na construção de uma estação elevatória no córrego do Enxofre - além de R$ 200 mil na instalação de um interceptor na avenida Doutor Paulo de Moraes.
Com a assinatura do contrato, as obras já podem ser licitadas. A previsão é que estejam concluídas até junho de 2008. Schiavuzzo destaca que o novo reservatório do Capim Fino terá capacidade de armazenar 11 milhões de litros de água, o que representará uma economia de cerca de R$ 90 mil ao mês. "É o suficiente para abastecer toda a cidade em um período de quatro horas e meia em caso de interrupção completa. Com essa economia, ao final do ano sobrará um dinheiro bom, que poderá ser investido em outras áreas", afirma.
A Caixa poderá liberar até o final do ano mais dois financiamentos no valor total de R$ 8 milhões em verbas. Os pedidos já foram encaminhados ao Ministério das Cidades e serão analisados. Barjas informa que R$ 7 milhões devem ser usados em obras de infra-estrutura urbana, em áreas como pavimentação e drenagem de vias. O restante deverá ser destinado à execução da segunda etapa de duplicação da estrada do Bongue. "São recursos em dois programas do Ministério das Cidades, o Pró-Moradia e o Pró-Mobilidade". A liberação está em fase final de análise.


15/09/2007

Fonte: Gazeta de Piracicaba

 

Curso Licitações

17/07/2024

Hospital de Palhoça 100% SUS anuncia data de licitação

A construção do primeiro hospital 100% SUS de Palh...

17/07/2024

Licitação para construção das alças de acesso da Antônio Heil será lançada pela terceira vez

O governo de Santa Catarina “já pode pedir música ...

17/07/2024

Estado lança licitação para conclusão do Núcleo Regional de Polícia Científica de Tubarão

O governo do Estado lançou nesta segunda-feira, di...

17/07/2024

TRE-MS abre licitação para contratar serviços de vigilância eletrônica por até R$ 3 milhões

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Gros...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita