Prefeitura abre licitação de R$ 74 milhões para obras na região do Imbirussu


A Prefeitura de Campo Grande abriu licitação, de mais de R$ 74 milhões, para execução de diversas obras na região do Imbirussu.

O aviso da licitação foi publicado na edição desta quinta-feira (23) do Diário Oficial do Município.

Conforme o edital, o valor máximo estimado para as obras é de 74.255.847,86. A concorrência é na modalidade menor valor, ou seja, ganha a empresa que oferecer o melhor preço.

A licitação é para implantação de uma malha de vias estruturantes que, segundo a prefeitura, beneficiará diretamente seis bairros com 40 mil habitantes, sendo Jardim Santa Emília, São Conrado, Jardim Carioca, Nova Campo Grande, Vilas Serradinho e Eliane.

Serão feitos 13,3 km de asfalto; 15,2 km de drenagem; 11,6 km de ciclovia e uma ponte de 40 metros sobre o Córrego Imbirussu.

Esta ponte será a segunda travessia para o Polo Empresarial Oeste, pelo prolongamento da Avenida General Carlos Alberto Mendonça até a Avenida Jamil Naglis.

Em outubro será aberta ao tráfego a primeira travessia pela Avenida 7.

As Avenidas General Carlos Alberto Mendonça Lima e Wilson Paes de Barros serão duplicadas e a travessia pela ponte encurtará em 14 km o trajeto que hoje é feito pelas avenidas Lúdio Coelho e Duque de Caxias.

Para as obras, serão aplicados recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional, no valor de R$ 54,9 milhões, garantidos por uma emenda impositiva de bancada, e contrapartida do Município, de R$ 14,8 milhões.

Quando a obra for concluída, será aberto um corredor viário ligando as regiões urbanas Imbirussu e Lagoa.

Ainda segundo a prefeitura, haverá um acesso ao Aeroporto Internacional de Campo Grande e ao Polo Empresarial Oeste onde estão instaladas empresas que geram mais de 2,3 mil empregos.

Pela Avenida General Carlos Alberto Mendonça, que é a linha divisória entre os bairros São Conrado e Santa Emília, se chegará ao polo empresarial, altura da Avenida Jamil Naglis ou ao Aeroporto Internacional pela Avenida Wilson Paes de Barros.

A Paes de Barros termina na Avenida Duque de Caxias, mas terá conexões de acesso asfaltado ao Serradinho, Nova Campo Grande e Jardim Carioca pelas Avenidas 3 e 7 por onde também se chegará ao Polo Empresarial Oeste.

Piscinões
Também está prevista a implantação de três bacias de retenção, conhecidas como piscinões, com capacidade para reter mais de 90 milhões de litros de enxurradas.

O objetivo é eliminar pontos de alagamentos nos bairros Nova Campo Grande e Serradinho.

Os piscinões serão próximo ao Residencial Nelson Trad, numa área da Infraero e o maior terá capacidade para 53 milhões de litros na rotatória da Avenida Wilson Paes de Barros.

Além dos piscinões, o projeto de drenagem prevê a implantação de 15 km de tubulação e 1,4 km de colchões drenantes, que são estruturas de pedra que retém a água e impedem que subam para superfície danificado o pavimento.

Na região do Nova Campo Grande, a água brota do lençol freático a 1 metro de profundidade.


23/06/2022

Fonte: Correio do Estado

 

Curso Licitações

04/07/2022

Prefeito autoriza licitação do Hospital de Apucarana

O prefeito Junior da Femac autorizou nesta segunda...

04/07/2022

Campo Grande repete licitação para compra de concreto asfáltico por até R$ 1 milhão

A prefeitura de Campo Grande vai repetir a licitaç...

04/07/2022

Lançada licitação de R$ 990,9 mil para construção de quadra em escola de Colíder

A prefeitura de Colíder (157 quilômetros de Sinop)...

04/07/2022

Prefeitura abre licitação para reformar campo de futebol no Aero Rancho por até R$ 987 mil

A prefeitura de Campo Grande publicou aviso de lic...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita