Porto de Mucuripe espera receber R$ 33 mi para obras em 2007


À espera do descontingenciamento de R$ 9 milhões do orçamento da União de 2006, a Companhia Docas anuncia investimentos de R$ 33 milhões no Porto do Mucuripe, no próximo ano.
As obras de aprofundamento do calado do Porto do Mucuripe - de 11 para 13 metros -, com previsão de consumo de R$ 23 milhões, devem sair do papel em 2007. A diretora-presidente da Companhia Docas do Ceará, Denise Bessa, afirmou ontem que os recursos já estão previstos no orçamento da União para o próximo ano. Anunciou ainda que, até agosto, o órgão deve receber R$ 33 milhões para outros serviços no terminal.
Atualmente, segundo a presidente, está sendo licitado o estudo de viabilidade econômica do projeto de aprofundamento, a fim de que o porto possa receber embarcações de maior porte. Antes dessas obras, é preciso que esteja concluída a cortina de contenção do cais comercial, orçada em R$ 13 milhões, para proteger os serviços de dragagem, devendo acontecer até dezembro.
Também no mesmo prazo, informa Denise Bessa, devem estar concluídos a recuperação e reforço do cais comercial, trabalho calculado em R$ 8 milhões. Outra obra representativa é a recuperação do píer-plataforma, no valor de R$ 20 milhões, com previsão de estar pronta ainda em julho.
Sobre os R$ 33 milhões, Denise Bessa disse que R$ 12,5 milhões foram viabilizados pela Medida Provisória 295, à espera da assinatura do Ministério da Fazenda. Mais de R$ 11 milhões vêm de emendas conquistadas pela bancada federal, com convênios já assinados pelo Dnit. Já R$ 9 milhões, vindos do orçamento da União deste ano, estão com decreto assinado e aguardam descontingenciamento.
Calado - O aprofundamento do calado para 13 metros vai permitir ao Porto do Mucuripe que navios de maior porte, acima de 50 mil toneladas, façam uso do terminal, elevando a competitividade do local. Por ano, são movimentados no Mucuripe 3,5 milhões de toneladas e, com o novo calado, que deve estar pronto 18 meses depois do início da obra, espera-se chegar a 5 milhões de toneladas/ano.
Outro projeto decisivo da Companhia Docas, discutido ontem com técnicos da Prefeitura de Fortaleza, é a ampliação do porto, mas que só poderá ocorrer depois das obras do calado. Haverá a construção de um novo terminal, ou de múltiplo uso ou de contêineres, mas ainda sem recursos previstos.
PECÉM - No Porto do Pecém, o processo de licitação para construção do terceiro píer (o de múltiplo uso) teve de passar por uma reavaliação de orçamento por conta da novas tabelas de preço e do aumento do salário mínimo. As obras estão orçadas em R$ 300 milhões, com recursos do BNDES e Estado.
O Pecém movimentou no ano passado 1,075 milhão de toneladas. Dos US$ 930 milhões exportados pelo Ceará em 2005, US$ 550 milhões foram através do terminal administrado pela CearáPortos.
Atualmente, as cargas gerais são movimentadas no píer siderúrgico que deverá servir exclusivamente à usina Ceará Steel em 2009. Daí a necessidade de construção de um terminal de múltiplo uso, que deverá estar concluído em 2008. (Leônidas Albuquerque/Cid Barbosa/Luís Carlos de Freitas).


22/07/2006

Fonte: Webtranspo

 

Curso Licitações

13/06/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/03/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

14/06/2024

Prefeitura de Araraquara lança licitação da segunda fase das obras na Via Expressa

A Prefeitura de Araraquara publicou, nesta quinta,...

13/06/2024

Licitação da obra da nova ponte entre São Valentim do Sul e Santa Tereza será aberta no dia 3 julho

A informação foi confirmada pelo prefeito de São V...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita