Polêmica na licitação da internet banda larga


RIO - A polêmica na licitação das faixas de freqüência (3,5 gigahertz e 10,5GHz) para o serviço de internet banda larga pelo ar começou por causa da proibição pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) de participação das companhias de telefonia fixa.
A Anatel alega que a exclusão das teles tem o objetivo de estimular a competição no mercado de telecomunicações, já que estas empresas já dominam cerca de 95% do segmento de telefonia fixa local e já oferecem acesso à internet em banda larga em suas áreas de concessão.
O ministro das Comunicações, Hélio Costa, quer modificar o edital de licitação para permitir a participação das companhias de telefonia fixa e ampliar os compromissos das empresas que adquirirem as freqüências. Ele defende que se estabeleça exigências para que os vencedores levem o serviço de banda larga sem fio aos municípios do interior do país, que ainda não seriam atendidos por esta tecnologia.


01/09/2006

Fonte: Globo Online

 

Avisos Licitações

29/05/2024

Projeto da nova ponte sobre a ERS-431 avança com abertura de licitação

O tão aguardado projeto da nova ponte sobre a ERS-...

28/05/2024

Governo de MT lança licitação para restaurar 39,9 km de rodovia até região do Pantanal

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logísti...

29/05/2024

Prefeitura de Maringa republica licitação para contratar empresa para remoções de arvores

A Prefeitura de Maringá republicou, na tarde dessa...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita