Picarelli questiona licitação e contratos da Funasa


Para o deputado Maurício Picarelli (PTB), existe indício de má aplicação de recursos por parte da Funasa (Fundação Nacional de Saúde). “As verbas devem ser mais bem aplicadas, evitando gastos desnecessários”, salienta. O deputado questionou o coordenador da Funasa, Gaspar Hickmann, que presta depoimento à CPI, na Assembléia Legislativa, quanto à aplicação dos recursos. Conforme o coordenador, dos 24 milhões que o órgão recebeu em 2004, R$ 12 milhões foram destinados à folha de pagamento e a outra parcela de R$ 12 milhões aplicada nas atividades da Funasa.
Conforme Picarelli, após avaliar a planilha repassada à comissão que investiga as responsabilidades em relação à desnutrição de crianças indígenas nas aldeias de Mato Grosso do Sul, ele constatou que a Funasa aplica 90% dos recursos em atividades ‘meio’, e apenas 10% nas atividades ‘fim’. Outro questionamento do deputado foi quanto aos contratos da instituição. Ele afirma que o contrato com a Fernando Neto e Companhia Ltda, no valor de R$ 70 mil, foi licitado e pago em tempo recorde. Hickmann justificou que os recursos para o transporte já estão inclusos em um planejamento prévio.


05/05/2005

Fonte: Campo Grande News

 

Avisos Licitações

07/10/2022

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

03/02/2023

Raquel Lyra abre nova licitação de R$ 303 milhões. Saiba para qual finalidade

O Governo do Estado abriu uma licitação de R$ 303....

02/02/2023

Lajeado publica chamamento público para revitalização e operação do Parque Histórico

O Executivo publicou no Diário Oficial o chamamen...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita