PG abre licitação de quase R$ 8 mi para formar 'muralha digital'


A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa abriu uma licitação com valor máximo de quase R$ 8 milhões para realizar a locação de uma Plataforma de Software como Serviço. O investimento visa atender a Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP), que busca aprimorar o monitoramento na cidade.

Também conhecido como PaaS, o sistema se trata de um ambiente de desenvolvimento e implantação completo na nuvem, com recursos que permitem fornecer desde aplicativos simples baseados em nuvem até sofisticados aplicativos institucionais habilitados para a nuvem. A tecnologia deverá ser utilizada nos pontos de coleta veicular, pontos de monitoramento com reconhecimento facial e software de análise e inteligência para reconhecimento de veículos e pessoas.

Segundo a secretária municipal de Cidadania e Segurança Pública, Tânia Svierkoski, a Prefeitura fará locação de plataforma de software e equipamentos (câmeras, postes e ativos de rede de comunicação de dados) que servirão para monitorar a entrada e saída de veículos em vários pontos da nossa cidade e a movimentação de pessoas em 48 locais, formando uma espécie de muralha digital no entorno da área urbana.

Segundo Tânia, o objetivo é localizar veículos com algum tipo alerta de furto, roubo ou envolvimento em crimes, bem como a localização de pessoas procuradas ou desaparecidas. “Também existe a possibilidade de vincular pessoas suspeitas a veículos e vice-versa, contribuindo para investigações mais eficazes e solução de crimes em menos tempo. O monitoramento irá contribuir com o aumento da segurança da cidade. Se entrar um veículo na cidade com algum tipo de alerta, será abordado pela Guarda Municipal”, disse a secretária.

O objeto do documento de licitação ainda prevê que o serviço contratado forneça licença de uso, treinamentos, implantação, configuração, suporte técnico remoto, manutenção e atualização mensal do software, fornecimento de hardware em nuvem, bem como obrigatoriedades legais impostas durante a vigência contratual. Além disso, o edital prevê também que a ferramenta contratada deverá dispor de um aplicativo mobile que permita aos guardas municipais ou agentes de trânsito capturarem placas dos veículos e enviarem a imagem e placa automaticamente para central de monitoramento.

DETALHES DA LICITAÇÃO - O valor máximo da licitação é de R$ 7.728.199,11. A especificação técnica do serviço a ser alugado destaca ainda que o software de análise e inteligência deverá constituir uma “poderosa ferramenta com o intuito de introduzir um sistema de redução de índices de criminalidade”. Além disso, o sistema deve oferecer os recursos de compatibilidade com as câmeras de radar e as câmeras do Estacionamento Regulamentado (Estar) existentes no Município, de modo que se possa usá-las para alimentar a base de dados, permitindo aprimorar a malha de cercamento e dessa forma auxiliar na identificação de comportamentos suspeitos.

A ferramenta deve permitir, por meio de integração com as bases de dados das forças policiais, filtrar, por exemplo, a busca por modelos de veículos ou cores. Essa característica permitirá que, mesmo durante a noite, onde as câmeras naturalmente operam em modo preto e branco, seja possível filtrar as cores dos veículos, mesmo em cenas muito escuras, detectar o modelo do veículo.


23/04/2024

Fonte: Jornal da Manhã

 

Curso Licitações

27/05/2024

Célio da Usina anuncia licitação de R$ 819 mil para obras Municipais

O prefeito de Vieirópols, José Célio Aristóteles, ...

27/05/2024

Prefeitura deve gastar até R$ 12,2 milhões para asfaltar dois bairros em Campo Grande

A Prefeitura publicou o aviso de continuidade da <...

27/05/2024

Nova licitação é aberta para pavimentar ruas do Jardim Itatiaia

A Prefeitura de Campo Grande abriu uma segunda lic...

27/05/2024

Ribas do Rio Pardo deve contratar empresa para obra de pavimentação e drenagem

O município de Ribas do Rio Pardo divulgou abertur...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita