Petrobras recorre da decisão do TCU


A Petrobras já recorreu da decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) de suspender a licitação para escolha de suas novas agências de publicidade. A estatal, que destinou R$ 250 milhões para publicidade em 2007.
A empresa explicou que fez uma pequena alteração no edital atendendo a manifestação do Conselho Executivo das Normas-Padrão (Cenp) e da Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap). Eles pediram esclarecimentos sobre um item da minuta do contrato a ser assinado, que mencionava vantagens e bonificações recebidas pelas agências e que deveriam ser repassadas para a Petrobras.
As agências teriam entendido que a estatal queria uma parte da Bonificação de Volume (BV), uma espécie de bônus que elas recebem quando veiculam publicidade nas diversas mídias. A Petrobras informa que alterou o edital, cortando o termo bonificações para que não houvesse dúvida e entende que não houve alteração no escopo do texto, mas sim um esclarecimento.
O resultado da licitação, com as três agências vencedoras, continua marcado para março. As atuais agências são a Duda Publicidade, a Quê e a F/Nazca, cujos contratos vão até 31 de março.


14/02/2007

Fonte: Valor On Line

 

Curso Licitações

01/01/2024

Cursos On Line AO VIVO - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso On Line Ao Vivo da Nova Lei de Licitação e...

29/01/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/03/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita