Pedido de explicações sobre edital adiou licitação


A diretora-presidente da Agritrams (AgÊncia Estadual de Gestão e Integração de Transportes de Mato Grosso do Sul), Leatrice do Couto, explicou esta manhã, que a nova prorrogação do prazo de licitação da exploração comercial da ponte rodoviária sobre o Rio Paraguai, na BR-262, ocorreu porque algumas empresas estão pedindo explicações sobre alguns critérios técnicos do edital.
Falhas no edital já haviam provocado outras prorrogações e foram detectadas pela Advocacia Geral da União e o Ministério dos Transportes. Desta vez a licitação seria dia 1º de agosto e foi adiada para dia 31. O prazo da concessão será de 16 anos. A principal justificativa da terceirização é que a geração de receitas vai favorecer melhorias na malha rodoviária. Enquanto o governo não conclui o procedimento, o governo vem aditando o contrato com a empresa F.Andreis, que já explora o pedágio há mais de 40 meses.


27/07/2006

Fonte: Campo Grande News

 

Avisos Licitações

28/05/2024

Licitação para concessão de água e esgoto em Divinópolis será em julho

A Prefeitura de Divinópolis publicou o edital para...

28/05/2024

Lajeado Novo lança licitação milionária para material de escritório

A Prefeitura de Lajeado Novo anunciou um

27/05/2024

Prefeitura de Cascavel realiza licitação para definir empresa para serviço de combustíveis

O último contrato para o abastecimento dos 903 veí...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita