Oposição questiona contrato sem licitação com fundação


A bancada de vereadores do PT vai ingressar no Ministério Público de São Paulo com representação contra o prefeito José Serra por improbidade administrativa. A oposição quer investigar porque a administração municipal do PSDB contratou, por quase R$ 1 milhão e sem concorrência pública, uma organização não-governamental ligada a um membro do primeiro escalão do governo para prestar serviços à prefeitura.
Uma nota divulgada pelos vereadores afirma que, de acordo com matéria publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, “a Secretaria Municipal do Trabalho do governo José Serra firmou um contrato de R$ 948.750, sem licitação, com um instituto presidido pela mulher do secretário dos Transportes, Frederico Bussinger”. A nota conclui que para justificar a dispensa de processo licitatório e encobrir a contratação de uma instituição umbilicalmente ligada a um auxiliar direto de Serra, a prefeitura esconde-se atrás da desculpa de que a lei de licitações permite a dispensa de concorrência em alguns casos”.


16/03/2006

Fonte: PanoramaBrasil

 

Curso Licitações

07/02/2023

Estado vai investir R$ 30 milhões na reforma de pontes e viadutos no noroeste e centro-oeste

O DER/PR, Departamento de Estradas de Rodagem, abr...

06/02/2023

Prodest começa licitação para expandir ações de Service Desk nos órgãos estaduais

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunica...

06/02/2023

Prefeitura abre licitação por área de 1,7 mil metros quadrados no Parque dos Poderes

No dia 06 de março de 2023, às 9h, a Prefeitura Mu...

06/02/2023

Aberta licitação para construção de novos fóruns digitais

Foi publicada no Diário da Justiça, a abertura da ...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita