Operação da PF prende suspeitos de fraudar licitações


A PF (Polícia Federal) realiza nesta quarta-feira a chamada operação "Mão de Obra", que identificou uma suposta quadrilha que fraudava licitações para beneficiar empresas que atuavam no serviço de limpeza e informática de vários órgãos do governo federal. Funcionários do Senado também estariam envolvidos com o grupo.
O esquema beneficiava quatro empresas de Brasília, e, de acordo com a PF, a fraude ocorrida na Abin (Agência Brasileira de Inteligência), nos ministérios da Justiça, do Trabalho, da Ciência e Tecnologia e no Departamento Nacional de Produção Mineral, além do Senado.
Na manhã desta quarta, policiais federais estão nas dependências da Casa, onde cumprem cerca de 30 mandados de busca e apreensão de computadores e documentos.
Até as 10h, seis pessoas haviam sido presas, entre empresários, funcionários e um servidor público. Ao todo, 170 agentes da PF participam da operação.


26/07/2006

Fonte: Folha Online

 

Avisos Licitações

23/04/2024

PG abre licitação de quase R$ 8 mi para formar 'muralha digital'

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa abriu uma l...

23/04/2024

Ceasa-ES anuncia abertura de licitação para solução de controle e acesso

Na última quarta-feira (17), a Centrais de Abastec...

23/04/2024

PMJP fará licitação para construir ponte Mangabeira-Valentina

Abrindo as comemorações do aniversário de 41 anos ...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita