Mulher de Lino Rossi é acusada por fraude em licitação em MT


O Ministério Público de Mato Grosso pediu a indisponibilidade dos bens de uma empresa de Querli Batistello, mulher de Lino Rossi (PP-MT), deputado acusado de participar da máfia dos sanguessugas.
O pedido se baseia em investigações feitas pela Câmara Municipal de Luciara (1.163 km de Cuiabá), que indicaram que a empresa venceu uma licitação fraudulenta para fornecer produtos hospitalares à cidade.
Também foi pedida a indisponibilidade dos bens do prefeito de Luciara, Nagib Elias Quedi (PP), e de outros três servidores públicos municipais suspeitos de terem articulado a suposta fraude.
A Folha não conseguiu localizar ontem Querli Batistello.
No gabinete de Rossi, um assessor informou que ele estava viajando. Rossi nega ser beneficiário da máfia dos sanguessugas.
A reportagem deixou recado na casa do prefeito Nagib Elias Quedi em Luciara. Até a conclusão desta edição, não houve resposta.


26/01/2007

Fonte: Folha de São Paulo

 

Curso Licitações

01/01/2024

Cursos On Line AO VIVO - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso On Line Ao Vivo da Nova Lei de Licitação e...

29/01/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/03/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

12/04/2024

Aberta licitação para construção da sede da Administração de Sol Nascente/Pôr do Sol

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita