Ministro afirma que ação estava "dentro da lei"


O ministro da Saúde, Humberto Costa, disse, por meio de sua assessoria, que os trabalhos na Prefeitura de Recife e na sua campanha eleitoral em 2002 "têm total transparência". Os contratos que assinou, disse, são fiscalizados pelo TCE, e as contas de campanha, pelo TRE.
Segundo ele, o TCE auditou a secretaria, a pedido da oposição. A situação, informou, "estava dentro da lei". Já as contas da campanha, disse, serão julgadas pela Justiça Eleitoral.
O secretário das Finanças da Prefeitura de Recife, Eduardo Vital, disse que está sendo realizada uma auditoria interna para verificar as contas da Saúde de 2001 a 2003. Representantes da Liber Conservação e Serviços Gerais e da Essencial Serviços de Vigilância Ltda. não foram encontrados.


01/06/2004

Fonte: Folha de São Paulo

 

Avisos Licitações

13/06/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/03/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

14/06/2024

Prefeitura de Araraquara lança licitação da segunda fase das obras na Via Expressa

A Prefeitura de Araraquara publicou, nesta quinta,...

13/06/2024

Licitação da obra da nova ponte entre São Valentim do Sul e Santa Tereza será aberta no dia 3 julho

A informação foi confirmada pelo prefeito de São V...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita