Marta é denunciada por contrato sem licitação


A ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PT) foi denunciada criminalmente pelo Ministério Público paulista por ter contratado sem licitação o GTPOS (Grupo de Trabalho e Pesquisa de Orientação Sexual), ONG da qual a petista foi uma das fundadoras.
A contratação, no valor de R$ 2 milhões, foi feita entre fevereiro e março de 2003 para que a organização não-governamental prestasse serviços de capacitação em orientação sexual em escolas.
Segundo a denúncia do promotor José Eduardo Ismael Lutti ao juiz da 10ª Vara Criminal de São Paulo, houve combinação entre as partes para afastar a licitação.
Além de Marta, foram denunciados a ex-secretária de Educação Cida Peres e o dirigente da GTPOS, Carlos Egypto. Em nota conjunta, Marta e Cida Peres disseram que a contratação do GTPOS atendeu ao interesse público e obedeceu a lei de licitações. De acordo com a assessoria da ex-prefeita, Marta não tinha vínculo com a GTPOS desde 1994.


18/11/2005

Fonte: Folha de São Paulo

 

Curso Licitações

20/04/2024

Prefeitura de Gurupi publica licitação para construção da nova Rodoviária

Foi publicado na edição do Diário Oficial de Gurup...

20/04/2024

Governo vai construir mais 11 pontes de concreto em todo o Estado

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logísti...

20/04/2024

Prefeitura de Caxias abre nas próximas semanas licitação para implantar telemedicina

A Prefeitura de Caxias do Sul abre nas próximas se...

20/04/2024

Prefeitura insiste na revitalização do Bariri: nova licitação já foi publicada

Publicada a nova licitação para a construção do Pa...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita