Licitação do terceiro píer de Pecém será divulgado


Recife - A licitação para construção do terceiro píer de atracação do porto de Pecém será divulgado ainda este mês. Orçado em R$ 300 milhões, o pier será utilizado para as operações de contêineres e cargas gerais. O local onde hoje ocorrem esses tipos de movimentações no porto será utilizado exclusivamente pela Ceará Steel.
"Com o novo pier, o porto terá capacidade para operar até 500 mil TEUs (unidade padrão para contêineres de 20 pés), o dobro da atual", diz o vice-governador e secretário estadual de Planejamento do Ceará, Francisco Maia Júnior.
Segundo os planos do governo cearense, o terceiro píer - que abrange dois berços de atracação totalizando 720 metros de extensão - deve estar concluído em 24 meses. A pressa na transferência das operações é justificada porque a Ceará Steel deverá entrar em operação em 36 meses e necessitará da área. Oficialmente, as obras começam quinta-feira.
Além dos novos berços de atracação, a licitação engloba ainda a construção de um terminal de múltiplos usos, que também atenderá a demanda de cargas gerais existente no porto. De acordo com o diretor comercial do complexo, Sérgio Kuntz, Pecém deverá operar até o final do ano aproximadamente 100 mil TEUs. "As operações com contêineres crescem cerca de 35% ao ano. Em pouco tempo seria necessário ampliar o local deste tipo de operação. Agora, com a perspectiva do início das atividades da siderúrgica estas mudanças são ainda mais necessárias", afirma.
O terminal de múltiplos usos irá abrigar os três operadores que hoje prestam serviços na área de cargas conteinerizadas. Para dar suporte ao crescimento previsto, ainda no primeiro trimestre do próximo ano deverá ser lançada a licitação voltada para a aquisição de equipamentos pesados como portêineres e transtêineres destinados a movimentação de cargas.
O secretário estadual cearense de Infra-Estrutura, Luiz Eduardo Barbosa de Moraes, diz que esta segunda etapa do terminal múltiplos usos deverá contar com a participação da iniciativa privada, provavelmente através de parcerias público-privada (PPP).
Um outro projeto que também deverá ser implantado no próximo ano é a nova área de armazenagem de granéis líquidos do Estado. Pecém irá abrigar os parques de tancagem hoje em atividade no Porto de Mucuripe, em Fortaleza.
De acordo com a Ceará Portos, estatal criada para gerenciar as atividades do complexo, o contrato de transferência da tancagem da Petrobras já foi assinado. "A nossa expectativa é que as distribuidoras regionais acompanhem rapidamente a movimentação da Petrobras", afirma o presidente da Ceará Portos, José Roberto Correia Serra.
A área destinada para o armazenamento de granéis líquidos é de 286 hectares. Mas a transferência das distribuidoras não determinará o fim das operações com combustíveis em Mucuripe. A Lubnor, unidade de refino da Petrobras, continuará suas atividades no porto da capital cearense. "O porto de Mucuripe é complementar ao terminal do Pecém com a diferença que este último é voltado para operações de longo curso. Mucuripe deverá ser destinado principalmente a movimentação de cabotagem e granéis sólidos", explica Serra.


13/12/2005

Fonte: Valor On Line

 

Curso Licitações

07/02/2023

Loteria Mineira publica edital de licitação para concessão da exploração de jogos

Foi publicado no Diário Oficial do Estado desta te...

08/02/2023

Câmara de Balneário Camboriú fará licitação para contratar agência de publicidade

A Câmara de Balneário Camboriú publicou na terça-f...

08/02/2023

Prefeitura abre nova licitação para reforma de prédio da Floriano Peixoto

Prefeitura abre nova licitação para reforma de pré...

08/02/2023

Pregão do Centro de Bilhetagem do transporte coletivo ficou para sexta-feira, 10/02

O pregão para a escolha do Centro de Bilhetagem El...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita