Licitação de varrição das ruas de SP seria alvo de acerto


Um documento recebido pela Folha e registrado em cartório no dia 15 de abril antecipou os grupos vencedores da licitação da coleta de lixo em São Paulo, cujos envelopes foram abertos 12 dias depois. O documento apontou ainda haver um suposto acerto entre as empresas que se estende à concorrência dos serviços de varrição, suspensa pelo TCM.

A licitação da coleta --um contrato de R$ 10 bilhões e 20 anos-- dividiu a cidade em duas áreas. O documento apontou que a área Noroeste seria vencida pelo consórcio SP Limpeza Urbana e que a Sudeste seria ganha pelo consórcio Bandeirantes 2. O resultado se confirmou, mas a denúncia levou à suspensão da licitação.

Além dos dois vencedores, a Qualix também teve seus preços analisados. O documento registrado em cartório pela reportagem cita que a Qualix perderia a coleta em troca de não enfrentar concorrência no melhor lote da varrição, na região da Sé.
A licitação dos serviços de varrição, suspensa sob suspeita de direcionamento, prevê contratos de cinco anos e R$ 1,4 bilhão.


21/05/2004

Fonte: Folha de S.Paulo

 

Curso Licitações

28/05/2024

Licitação para concessão de água e esgoto em Divinópolis será em julho

A Prefeitura de Divinópolis publicou o edital para...

28/05/2024

Lajeado Novo lança licitação milionária para material de escritório

A Prefeitura de Lajeado Novo anunciou um

27/05/2024

Prefeitura de Cascavel realiza licitação para definir empresa para serviço de combustíveis

O último contrato para o abastecimento dos 903 veí...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita