Licitação de microônibus sai nesta sexta-feira


Com a sanção da lei que institui o Brasília Integrada, o governo distrital pode, enfim, publicar o edital de licitação dos 450 microônibus que comporão a frota do DF. O secretário de Transportes, Alberto Fraga, promete publicar o documento nesta sexta-feira. O processo de inclusão dos novos permissionários deve durar seis meses. Só após a inclusão dos microônibus no transporte, a Secretaria poderá retirar as vans do Sistema de Transporte Público Alternativo (STPA) das ruas.
O projeto Brasília Integrada, que terá financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), pretende usar os microônibus como “alimentadores do sistema convencional.bA nossa idéia é que esses veículos peguem a população nas vias coletoras e levem até as pistas-tronco, onde os ônibus passarão. Tudo isso pagando apenas uma passagem”, explica Fraga.
Junto com os microônibus, o governo pretende também abrir o edital para licitação dos 160 ônibus da Viação Planalto (Viplan). A empresa vai perder parte da suas linhas porque não apresentou 160 novos veículos como parte de acordo que fez com a Secretaria de Transportes para renovação da frota.
Restauração de avenidas
O projeto Brasília Integrada inclui a restauração de quatro vias em Ceilândia e Samambaia. A proposta, apresentada nesta quarta-feira ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), inclui a construção de ciclovias nos canteiros da via Hélio Prates, avenida que liga Ceilândia a Taguatinga. O projeto também pretende acabar com os retornos da Avenida Comercial e ampliar a Avenida Samdu, em Taguatinga. “São obras essenciais para promover a integração entre microônibus, ônibus e metrô”, explica o secretário de Transportes, Alberto Fraga.
De acordo com o secretário, o projeto pretende construir ciclovias no canteiro central da Hélio Prates. “Assim, o cidadão pode deixar o carro em casa para usar a bicicleta. A proposta também prevê ciclovias em Samambaia, Varjão, Itapoã, São Sebastião e na EPTG”, explica Fraga. Na EPTG, a proposta é construir as ciclovias paralelas ao corredor exclusivo para ônibus.
Já em Taguatinga, a idéia é revitalizar a Avenida Central da Cidade e retirar os retornos da Comercial. Já a Samdu, pista projetada para apenas uma faixa de rolamento, mas que hoje é usada com duas faixas, será alargada. “Também queremos construir as baias, recuos para os ônibus pararem para pegar passageiros sem que atrapalhem os carros”, explica Fraga. Hoje, a Samdu e a Avenida Central não têm baias para a parada dos veículos.


13/09/2007

Fonte: CorreioWeb

 

Curso Licitações

24/06/2024

Paraíso do Tocantins prepara licitação para iluminação em LED do estádio Antônio Damião

A Prefeitura de Paraíso do Tocantins informou na s...

23/06/2024

Publicado aviso de licitação para reforma da UMS Abadia

Publicado aviso de licitação para reforma da Unida...

23/06/2024

Marília terá unidade do PPP Novas Escolas; edital de licitação já saiu

Acidade de Marília foi contemplada com unidade do ...

21/06/2024

Licenças ambiental e de construção de condomínio industrial de Castanhal terão licitação integrada

Após o segundo processo de licitação, sem uma empr...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita