Licitação da usina do lixo na Capital recebe 3 propostas


Apenas dois consórcios e uma empresa, todas nacionais, entregaram as propostas de habilitação para disputar a licitação da coleta de resíduos sólidos e a construção e administração da usina do lixo em Campo Grande. Os envelopes contendo as propostas de habilitação, analise técnica e preço, foram entregues hoje para a comissão especial de licitação da Prefeitura de Campo Grande.
O presidente da Comissão Especial e secretário municipal de Governo, Carlos Henrique dos Santos Pereira, disse que dentro de 15 dias todo o procedimento da primeira etapa do processo licitatório estará concluído. “Até o final de outubro termina o processo e conheceremos o vencedor da licitação”, afirmou Pereira, lembrando que todo o processo é acompanhado pelos assessores da Comissão da área do direito, química, ambiental e econômica-financeira.
Foram abertos somente os envelopes contendo os cadernos com as propostas de habilitações sendo, posteriormente, assinadas todas as páginas pelos componentes da comissão e pelos representantes das empresas. Os envelopes contendo as propostas de análise técnica e de preço foram devidamente lacrados na presença dos participantes e serão abertos, respectivamente, na segunda e terceira etapas referentes ao processo.
A Construtora Triunfo (Paraná/São Paulo) foi a única empresa participante do processo, cuja proposta contém 362 folhas. Do consórcio Eco Pólo participam as empresas CGR Engenharia (Mato Grosso do Sul), Companhia Norberto Odebrescht – CNO (São Paulo) e Companhia Alagoas Industrial – Cinal. Foi entregue pelo consórcio Eco Pólo uma proposta de 443 folhas. O terceiro concorrente, o Consórcio CG, formado pelas empresas Cliba – coleta de resíduos sólidos urbanos (São Paulo), Cogerar – co-geração de energia (Rio de Janeiro), Kompac – tratamento de lixo de resíduos urbanos e industriais (Rio de Janeiro) e Limpebras – coleta e tratamento de lixo hospitalar (Minas Gerais).
Eudes Lemes, representante do consórcio CG, contou que cidades brasileiras como Brasília, Recife, Manaus, Rio de Janeiro, Natal e João Pessoa já estão com estudos sobre o tratamento do lixo, semelhantes ao que será implantado em Campo Grande. Lemes destacou que esta foi a primeira vez que as empresas nacionais se uniram para atender o edital da concorrência. “Hoje, Campo Grande se torna exemplo para outras cidades do País. O mundo todo faz e iremos implantar uma usina semelhante a de Miami, nos Estados Unidos”, enfatizou o representante. A única diferença será a capacidade, em Miami a capacidade é de quatro mil toneladas/dia e para Campo Grande será de 500 toneladas/dia.


08/07/2004

Fonte: Campo Grande News

 

Curso Licitações

07/10/2022

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

03/02/2023

MPF divulga pregão eletrônico para aquisição de água mineral para unidade no PI

O Ministério Público Federal (MPF) torna público o...

03/02/2023

Licitação para ampliação do aeroporto de Cachoeiro pode sair neste ano

O projeto de reforma e ampliação do Aeroporto Muni...

03/02/2023

Raquel Lyra abre nova licitação de R$ 303 milhões. Saiba para qual finalidade

O Governo do Estado abriu uma licitação de R$ 303....
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita