Licitação da ANP atrai 30 empresas


Rio - Número é quase três vezes superior ao de interessadas no último leilão, realizado em 2003. O diretor geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Sebastião do Rego Barros, disse ontem que 30 empresas se inscreveram para a 6 Rodada de Licitações de blocos de petróleo e gás natural, que será realizada em agosto. Ele considerou o fato promissor, tendo em vista que a rodada do ano passado teve apenas 11 concorrentes. A ANP informou que a maior procura é para os blocos em terra e no mar, localizados nas Bacias de Campos, Santos e Espírito Santo. Em cada um desses blocos há, pelo menos, dez companhias interessadas. Os blocos da chamada rodada zero, que foram devolvidos à ANP pela Petrobras, alguns deles com indícios de existência de grandes reservas, correspondem a 7% do total de 913 que serão licitados.
Além do aumento do número de inscritos, entraram na competição novos países, potenciais investidores, como a Austrália. A previsão feita pelo Ministério de Minas e Energia é que esse leilão dê partida a investimentos de US$ 20 bilhões em exploração e produção de petróleo. Barros acredita que o patamar de preços do petróleo no mercado internacional, em torno de US$ 40 o barril, favorece os investimentos. "O patamar é favorável a investimentos, até por uma questão histórica", disse. "Quando o preço é alto, as empresas investem mais em exploração".
Ele disse acreditar ainda que o preço do óleo bruto continuará volátil. Segundo ele, a análise conjuntural leva a crer que o patamar ficará acima dos US$ 22,00 a US$ 28,00 praticados anteriormente. O diretor geral da ANP admitiu que, com o novo patamar de preço do petróleo, haverá dificuldades e efeitos sobre a economia mundial e, eventualmente, alguma inflação no País.
Para Barros, a prorrogação até 2020, por decreto presidencial, do regime especial aduaneiro para o setor petrolífero (Repetro), é um elemento adicional de atração de investimentos para a 6 Rodada de Licitações. O Repetro, que expiraria em 2007, isenta de tributos equipamentos importados enquanto as empresas executarem a exploração no Brasil. Para Barros, o Repetro vai fazer aumentar o interesse das empresas em investir no País.
O diretor, que participou do seminário "As Perspectivas Futuras para o Setor de Petróleo & Gás na América Latina", promovido pela Associação Internacional dos Negociadores de Petróleo, no Rio de Janeiro, disse também que a ANP já está trabalhando para a 7 Rodada de Licitações, que deve ocorrer entre julho e agosto de 2005.

Crescimento das reservas
Barros informou ainda que as reservas de petróleo e gás natural do Brasil, estimadas atualmente em 10,5 bilhões de barris e 250 bilhões de metros cúbicos, respectivamente, deverão ser elevadas até o final deste ano a um nível entre 18 bilhões e 20 bilhões de barris de petróleo e cerca de 750 milhões de metros cúbicos de gás natural. As descobertas feitas até agora permitem ao País, segundo ele, ter uma relação de produção sobre reservas de 18 anos, mantendo-se a atual produção média da Petrobras - descontando-se a produção no exterior -de 1,55 milhão de barris diários.
O fato, porém, de não haver, até o momento "resultados excepcionais" das 38 empresas que atuam no setor de petróleo e gás no Brasil não desanima a ANP, disse. Para ele, isso é natural, levando-se em conta que a entrada das companhias privadas nesse mercado começou em 1999 e o tempo normal da exploração no setor se mede em lustros (5 anos), e não em anos. Por essa razão, os resultados do trabalho de exploração de petróleo e gás dificilmente ocorrem em 5 ou 10 anos, assegurou. Ele garantiu, por outro lado, que a ANP continua acreditando que o Brasil tem boas perspectivas em matéria de reservas de petróleo e gás.


23/07/2004

Fonte: Gazeta Mercantil

 

Avisos Licitações

07/10/2022

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

03/02/2023

MPF divulga pregão eletrônico para aquisição de água mineral para unidade no PI

O Ministério Público Federal (MPF) torna público o...

03/02/2023

Licitação para ampliação do aeroporto de Cachoeiro pode sair neste ano

O projeto de reforma e ampliação do Aeroporto Muni...

03/02/2023

Raquel Lyra abre nova licitação de R$ 303 milhões. Saiba para qual finalidade

O Governo do Estado abriu uma licitação de R$ 303....
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita