Laboratório público poderá ter cadastro de fornecedor


BRASÍLIA - Os laboratórios públicos oficiais podem ser obrigados a manter um cadastro permanente de empresas qualificadas a participar de licitações para compra de matérias-primas, insumos farmacêuticos, materiais e reagentes para controle de qualidade. A proposta é da Comissão de Seguridade Social e Família.
O presidente da Comissão, deputado Eduardo Paes (PSDB-RJ), explica que, embora a atual legislação sobre licitações preveja a escolha da empresa vencedora pela técnica e o preço, na prática apenas o critério do menor preço é observado, o que gera dúvidas quanto à qualidade do produto. "A criação de um cadastro prévio de qualificação de empresas que forneçam matérias-primas farmacêuticas e outros insumos será um mecanismo eficiente de garantia de qualidade nos laboratórios oficiais de produção e controle de medicamentos", afirma o deputado.

Paes garante ainda que o projeto de Lei 4107/04, não pretende cercear a participação de empresas em processos de licitação pública. "Pelo contrário, será mais uma oportunidade de diferenciar as boas das más empresas, contribuindo para o desenvolvimento tecnológico e a capacitação do parque produtivo nacional nessa área", complementa.
A matéria ainda será distribuída às comissões técnicas da Câmara.


08/09/2004

Fonte: Agência Câmara

 

Curso Licitações

31/01/2023

SEMDUH apresenta edital de licitação para contratar empresa de limpeza pública

Foi realizada, na manhã desta terça-feira (31), a ...

31/01/2023

Governo lança licitação para revitalização da orla de São Félix do Araguaia

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logísti...

31/01/2023

Licitação para melhorias em praça de Santa Maria é lançada; investimento será de quase R$ 103 mil

A Prefeitura de Santa Maria lançou, nesta terça-fe...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita