Justiça impede privatização do saneamento em Fraiburgo


A justiça acatou na noite de terça-feira, dia 19, o mandado de segurança expedido pela Casan contra o processo de licitação que previa a privatização da empresa Saneamento de Fraiburgo (Sanefrai) por um período de 25 anos.
A abertura dos envelopes das empresas interessadas estava programada para as 9h desta quarta-feira, dia 20, mas foi cancelada devido à decisão do juiz cooperador Marcos Bigolin, que acatou a posição da estatal.
A Casan acusa a prefeitura de realizar um edital direcionado para privilegiar uma empresa interessada no contrato.
O prefeito de Fraiburgo, Edi Luiz de Lemos, disse que deve recorrer da decisão da Justiça. A procuradoria jurídica do município vai entrar com recurso contra a suspensão da licitação na semana que vem.
Lemos criticou a postura da estatal de desconfiar do processo.
– A Casan quer prejudicar Fraiburgo. Durante os 30 anos em que tiveram a concessão, deixaram a desejar no serviço de esgoto e na qualidade da água. Agora, querem impedir que controlemos esse sistema – afirmou.
O prefeito eleito, Nelmar Pinz, disse que pretende adotar o modelo de gestão compartilhada entre a Sanefrai e a Casan, a exemplo do que acontece em outros municípios, como Joinville e Chapecó.


20/10/2004

Fonte: Diário Catarinense.

 

Curso Licitações

07/10/2022

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

03/02/2023

MPF divulga pregão eletrônico para aquisição de água mineral para unidade no PI

O Ministério Público Federal (MPF) torna público o...

03/02/2023

Licitação para ampliação do aeroporto de Cachoeiro pode sair neste ano

O projeto de reforma e ampliação do Aeroporto Muni...

03/02/2023

Raquel Lyra abre nova licitação de R$ 303 milhões. Saiba para qual finalidade

O Governo do Estado abriu uma licitação de R$ 303....
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita