Governo vai privatizar três mil km de rodovias


Brasília – O programa de privatização de rodovias federais será retomado a partir desta semana. Assim, fica encerrada uma obstrução de quatro anos do Tribunal da Contas da União (TCU), que exigia regras claras para o repasse da administração das estradas à iniciativa privada.
Os empresários do setor estimam investimentos superiores a US$ 2 bilhões e a promessa de participarem ativamente da recuperação da capacidade do Governo de escoar produção e eliminar um dos graves gargalos estruturais.
O Ministério dos Transportes marcou para a próxima semana a audiência pública em que apresentará aos empresários as regras que devem ser seguidas pelos que vencerem a licitação para explorarem, durante 25 anos, 8 novos trechos rodoviários, em sete Estados, numa extensão de 3 mil quilômetros.
As rodovias, diferentemente das ferrovias, não dependem muito das Parcerias Público-Privadas (PPPs), em discussão no Congresso, para despertar o interesse dos investidores.
Afinal, as principais estradas que têm impacto para a economia são viáveis economicamente e podem ser objeto de concessão. A expectativa do Governo é de que os contratos sejam assinados até junho do próximo ano.


13/12/2004

Fonte: Jornal A Gazeta

 

Avisos Licitações

02/02/2023

Prefeitura de SP abre licitação para manutenção das ciclovias da capital

A Prefeitura de São Paulo, através da SMT (Secreta...

01/02/2023

Prefeitura divulga edital de licitação para construção de um novo ESF Caçador

Os moradores do bairro Caçador ganharão uma nova s...

01/02/2023

Prefeitura de Taubaté revoga licitação para compra de material escolar

A prefeitura de Taubaté revogou a licitação para c...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita