Governo lançará nova licitação para obras da SC-467 com previsão de retomada somente em 2020


A palavra pode não ser a mais adequada para dizer às pessoas que diariamente enfrentam a SC-467 entre Ouro e Jaborá, mas terão que ter "paciência". Isso porque, a previsão é que a obra seja retomada apenas no ano que vem. A informação oficial foi divulgada pelo coordenador regional de infraestrutura Meio Oeste, Luiz Felipe Gemelli.

Atendendo um ofício do vereador Cesar Prando (PSD), Gemelli utilizou a tribuna da Câmara de Vereadores de Ouro na noite desta segunda-feira (08) onde prestou alguns esclarecimentos quanto à obra que está paralisada desde o final de março após a rescisão de contrato com a empresa Triunfo. Ele também respondeu alguns questionamentos dos parlamentares.

Gemelli disse que foi feito um levantamento de remanescentes para que a obra seja relicitada para um novo financiamento, não sabendo informar qual será a instituição financiadora. Está sendo feito a parte administrativa para o lançamento do processo licitatório que deve levar entre 90 e 120 dias e, depois, mais 60 dias para a assinatura da ordem de serviço, totalizando prazo de 180 dias para reinício da obra. São cerca de R$ 41 milhões para sua conclusão.

Melhorias
Tendo em vista o longo prazo de retomada dos trabalhos e os problemas que os moradores e usuários da rodovia estão enfrentando diariamente. Foi questionado sobre a recuperação dos trechos mais danificados. Gemelli informou que em 30 dias poderá deslocar equipamentos para realizar as melhorias, mas adiantou que não dispõe de rolo compactador, sendo necessário de um auxilio da prefeitura.

Quando questionado o motivo de não realizar o mais breve possível a recuperação, ele explicou que existem outras demandas e que a coordenadoria Meio Oeste atende uma malha viária de 1.300 quilômetros, distribuídos em 42 municípios. Além disso, a estrutura da Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade é bem reduzida, são poucos equipamentos e servidores na ativa, sendo praticamente impossível atender a demanda antes desse prazo.

Gemelli confirmou que existe o projeto recuperar o qual irá repassar recursos na ordem de R$ 10 milhões para os consórcios municipais façam as manutenções necessárias. Explicou ainda que por se tratar de uma rodovia estadual, o município precisa apresentar um documento ao Governo pedindo autorização para intervir na rodovia.


09/07/2019

Fonte: Rádio Aliança

 

Curso Licitações

21/10/2019

Gestão pretende gastar até R$ 1,2 mi com manutenção de veículos

A prefeitura municipal de Pedro II pretende gastar até R$ 1....

21/10/2019

Prefeitura de Parnaíba pretende gastar até R$ 2,8 mi com material gráfico

A Prefeitura Municipal de Parnaíba pretende gastar até R$ 2....

21/10/2019

Itaipu apresenta edital para contratação de seguro completo

A Itaipu Binacional publicou o edital de licitação para a co...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita