Equador suspende licitação de campos de petróleo


"Foi suspensa porque o setor petrolífero se encontra em estado de acefalia após a sucessão presidencial de 20 de abril", disse à Reuters um porta-voz de uma das filiais da Petroecuador, companhia estatal responsável pela seleção e contratação das empresas.
A empresa fez o comunicado na véspera do prazo final para que as empresas classificadas apresentem suas ofertas para participar do plano previsto para ocorrer no campos de Shushufindi, Auca, Lago Agrio e Culebrea-Yulebra-Anaconda.
O plano prevê investimentos de 400 milhões de dólares que deveriam ser desembolsados pelas empresas escolhidas e que seriam devolvidos pela Petroecuador através do petróleo adicional que seria produzido pelos campos. Atualmente a produção nas quatro áreas é de 80 mil barris diários.
No dia 20 do mês passado o parlamento equatoriano destituiu o então presidente Lucio Gutiérrez e colocou em seu lugar o então vice-presidente Alfredo Palacio.


02/05/2005

Fonte: IG Último Segundo

 

Avisos Licitações

14/03/2023

Cursos On Line AO VIVO - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso On Line Ao Vivo da Nova Lei de Licitação e...

15/03/2022

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

24/03/2023

Governador lança edital de licitação para construção do novo Trevo Catuaí, em Maringá

O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou...

24/03/2023

Receita autoriza abertura de licitação para construção de Porto Seco em Ponta Porã

A Receita Federal do Brasil publicou hoje (24) no ...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita