Empresa não questionou exclusão de licitação do aterro


Prefeitura deve avançar para análise de preços, conforme diretor da Central de Licitação
A empresa Norenge Engenharia não questionou ainda a decisão da Central de Licitação da Prefeitura de Campo Grande de excluí-la do certame que vai escolher a responsável pela construção de um aterro sanitário. Amanhã, às 16h, vence o prazo, conforme o diretor do órgão, Bertholdo Figueiró.
Se a empresa não recorrer, a prefeitura parte para a análise das propostas de preços. Ficam oito empresas na disputa. O projeto do aterro, na saída para Sidrolândia, é estimado em cerca de R$ 4,9 milhões.
No final do mês esse processo deve estar encerrado e a prefeitura deve até a metade de novembro ter vencido a etapa burocrática para formalizar contrato com a empresa selecionada. A prefeitura tem pressa em concluir o certame para ter logo pronto o aterro. Isso porque a desativação do lixão é um requisito para o funcionamento do presídio federal.
Ficam na licitação as empresas Contern Construções e Comercial Ltda, Hélio Corrêa Construções Terraplanagem Ltda, Construtora Industrial São Luiz SA., GTA Projetos e Construções Ltda., Anfer Construções, Delta Construções, Cobel Construções de Obras e Engenharia Ltda., Gaspar SA.


02/10/2006

Fonte: Campo Grande News

 

Curso Licitações

29/11/2023

Licitação para a construção do primeiro piscinão deverá ser lançada em 30 dias

A Prefeitura de Campinas trabalha com a previsão d...

29/11/2023

Central de compras realiza licitação para confecção de fardamento

O IFCE, por intermédio da Central de Compras Carir...

28/11/2023

Pontes BR-319: DNIT reabre licitação de R$ 11,5 milhões para terceirizar supervisão

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Trans...

28/11/2023

Cajamar abre Licitação para resolver alagamento na Av. Tenente Marques

A Prefeitura de Cajamar anunciou nesta terça-feira...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita