Embratel leva maior parte de contrato com MCT e MEC


Rio - Projeto de rede ultra-rápida para universidades federais é orçado em R$ 10 milhões/ano. O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), ligado ao Ministério da Educação e Cultura (MEC), estão implementando nas universidades federais uma rede de internet ultra-rápida. O investimento é de R$ 10 milhões por ano. De acordo com a Embratel, responsável por dois terços do projeto, a nova rede começa a operar já no próximo mês.
A velocidade da rede, de 2,5 a 10 gigabits por segundo (Gbps), permite o tráfego de informações a taxas entre 100 e 1.000 vezes mais rápidas do que as conexões por banda larga em uso no mercado. Atualmente, não existe na América Latina nenhuma rede com essa capacidade. Esse tipo de rede, nessa velocidade, existe disponível nas operadoras, mas até agora não havia surgido interessados no mercado. Acreditamos que o principal uso para este produto seja o da pesquisa. No Chile, há uma rede parecida sendo implementada (pela Telmex Latina América) também para interligar as universidades, informa o diretor executivo de mercado corporativo da Embratel, Maurício Vergani. "No Brasil, será possível a rápida implantação, porque as universidades já têm ponto de presença, o que estamos fazendo é um upgrade desses pontos de presença", diz.
A rede permite a troca de informações em tempo real. "Não há defasagem de tempo entre os locais. A aplicação é ideal para telemedicina, para que um médico possa participar de uma cirurgia à distância, por exemplo", acrescenta.
A tecnologia é de backbone e os enlaces de fibra ótica DWDM. "A solução via satélite não seria a mais indicada para este produto, já que o serviço em ultra velocidade utiliza muita banda, o que elevaria demais o custo e inviabilizaria a aplicação", esclarece Vergani.
"Hoje a pesquisa e a educação precisam de aplicações de larga escala para a colaboração nacional e internacional. A RNPng (como é chamada a rede de nova geração) é o primeiro passo para atender esta demanda. Além disto, representa uma inovação para o mercado de telecomunicações ao empregar protocolo de internet (IP) sobre lambdas transparentes para assegurar alta capacidade", diz o diretor geral da RNP, Nelson Simões.
A nova rede ultra-rápida - que envolve uma solução de dados, voz e multimídia - interligará 10 pontos de presença da RNP conectando cerca de 250 instituições localizadas no Sudeste, Nordeste, Sul e Distrito Federal. Os enlaces do Anel Central (SP, RJ, DF e MG) terão capacidade de 10 Gbps; para a região Sul (RS, SC e PR) e a região Nordeste (BA, PE e CE), os enlaces ao Anel Central irão operar a 2,5 Gbps. Espera-se que até 2007 todo o País esteja conectado à velocidade de gigabits. Parte da rede será implementada pela Embratel e a outra parte pela Brasil Telecom, vencedoras de licitação promovida pelo MCT. E a empresa Extreme Networks irá fornecer os comutadores (10 unidades) de alta velocidade – Switches Alpine 3804 – que fazem a interconexão entre os pontos do novo backbone nacional.
O ministro de Ciência e Tecnologia, Sérgio Resende, afirma que os recursos necessários para a contratação das novas conexões são de cerca de R$ 10 milhões por ano. "Contudo, isso não representa um novo investimento. Desde 2001, os recursos destinados pelo Programa do MCT e MEC para atualização da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa têm sido da ordem de R$ 30 milhões por ano. A abertura do setor de telecomunicações, que teve impacto no custo dos serviços por conta da competição no setor, aliado às novas tecnologias e práticas para contratação de serviços - adoção de pregão eletrônico, têm permitido uma melhoria permanente na capacidade da rede sem o aumento substancial do investimento", acrescenta. Segundo ele, há novas licitações a caminho.


04/08/2005

Fonte: Gazeta Mercantil

 

Avisos Licitações

13/06/2024

Curso On Line - Ao Vivo de Formação de Analista de Licitação e Contratação Pública

O Curso de formação Analista de Licitação ONLINE A...

15/03/2024

Cursos Presenciais - Nova Lei de Licitação e Contratação Pública - Florianópolis/SC

O Curso Presencial da Nova Lei de Licitação e Cont...

14/06/2024

Prefeitura de Araraquara lança licitação da segunda fase das obras na Via Expressa

A Prefeitura de Araraquara publicou, nesta quinta,...

13/06/2024

Licitação da obra da nova ponte entre São Valentim do Sul e Santa Tereza será aberta no dia 3 julho

A informação foi confirmada pelo prefeito de São V...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita