Embratel denuncia riscos em sua venda


São Paulo - A entrega à Anatel, Cade e Secretaria de Direito Econômico (SDE) de pareceres de renomados especialistas contrários à venda da Embratel à Calais – consórcio da Telemar, Telefônica e Brasil Telecom - funcionou ontem como adição de lenha à fogueira em que se transformou a disputa do ativo brasileiro da concordatária MCI-Worldcom.

Doutores em direito econômico alegam que a possível aquisição da Embratel pela Calais "viola as normas de defesa da concorrência no Brasil". Executivos da operadora garantem, por sua vez, que a empresa não sobreviveria "esquartejada", como pretende a Calais. E esta acusa os executivos da Embratel de agirem em prejuízo da controladora, apenas para preservar cargos.


13/04/2004

Fonte: Gazeta Mercantil

 

Avisos Licitações

21/08/2019

Unidade de Saúde da Família de Água Vermelha será ampliada

A Prefeitura de São Carlos publicou no Diário Oficial do Mun...

21/08/2019

Edital para licitar projeto da PR-445 sai até setembro, diz governo

O secretário da Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro...

20/08/2019

DETER deve licitar travessia de ferry boat entre Itajaí e Navegantes

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) recorreu ao Su...

20/08/2019

Agehab publica aviso de lançamento de licitação para obras em habitação

O Governo do Estado, por meio da Agência de Habitação Popula...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita