DNIT vai recorrer contra liminar que obriga duplicação da Régis


O diretor de Infra-Estrutura do Departamento Nacional de Infra-Estrutura em Transporte (DNIT), Ideraldo Caron, afirmou, nesta 3a. feira (08/11), que o órgão pretende recorrer da liminar que obriga o governo a concluir em seis meses as obras de duplicação e recuperação dos cerca de 300 quilômetros do trecho paulista da rodovia Régis Bittencourt, que liga São Paulo a Curitiba. A liminar foi concedida no fim do mês passado pela juíza Luciana de Souza Sanchez, da 10ª Vara Federal de São Paulo, a pedido do Ministério Público Federal.
Caron argumenta que o DNIT já concluiu a duplicação de praticamente toda a rodovia, faltando apenas o trecho da Serra do Cafezal. O diretor afirma que a duplicação desse trecho, assim como obras complementares, como a construção de trevos, intersecções e acessos a viadutos deverão ser executados pela iniciativa privada, depois que a rodovia for concedida. "A parte que estava prevista para ser feita pelo governo já foi concluída. As obras restantes constarão do edital de concessão da rodovia, para serem feitas pela empresa que vier a explorar a rodovia", explicou.
A Régis Bittencourt, assim como outras sete rodovias federais, está em uma lista de vias que o governo pretende licitar para exploração da iniciativa privada. O processo, entretanto, encontra-se parado no Tribunal de Contas da União (TCU), que questionou a metodologia de cálculo do custo de operação das estradas.


08/11/2005

Fonte: CruzeiroNet

 

Curso Licitações

28/05/2024

Licitação para concessão de água e esgoto em Divinópolis será em julho

A Prefeitura de Divinópolis publicou o edital para...

28/05/2024

Lajeado Novo lança licitação milionária para material de escritório

A Prefeitura de Lajeado Novo anunciou um

27/05/2024

Prefeitura de Cascavel realiza licitação para definir empresa para serviço de combustíveis

O último contrato para o abastecimento dos 903 veí...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita