DNIT lançará edital para fiscalização eletrônica em fevereiro


Até o dia 20 de fevereiro o Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (DNIT) vai publicar edital para contratação de fiscalização através de Redutor Eletrônico de Velocidade – REV, em todo o país. Até a conclusão da concorrência pública, conforme decisão da diretoria colegiada do órgão, anunciada nesta segunda-feira (23/01), os 298 redutores em todo país, voltarão a funcionar normalmente, ou seja, com a emissão de multas para os motoristas infratores.
A intenção é aumentar os pontos fiscalizados e com isso garantir um controle mais efetivo sobre o excesso de velocidade, nas rodovias federais, principalmente em áreas urbanas. Com a nova licitação, o número de equipamentos instalados pode saltar dos atuais 298 para 800 REVs em todo o país, em até cinco anos, prazo previsto para os novos contratos.
Os Redutores Eletrônicos de Velocidade, popularmente conhecidos como Lombadas Eletrônicas, além de oferecer mais tranqüilidade às áreas urbanas em que foram instalados, conseguiram, já nos dois primeiros anos de operação, reduzir em 69% o número de acidentes.
De acordo com os levantamentos da Coordenação de Operações Rodoviárias do DNIT, a instalação dos equipamentos representou uma redução de 2.505 acidentes. No ano de 1999, antes de sua instalação, foram registrados nas referidas áreas urbanas 3.631 acidentes. Em 2003, já com as “lombadas” funcionando, a ocorrência foi de 1.126 acidentes.
“Cada equipamento instalado pode monitorar mais de uma faixa de rolamento, numa abrangência de 500 metros”, informa o coordenador do setor de Operações Rodoviárias do DNIT, Luiz Cláudio dos Santos Varejão.
Segundo ele, os REVs estão instalados principalmente nas áreas urbanas onde as rodovias federais apresentam fluxo intenso de veículos e de pedestres. “Estamos planejando a instalação de outros equipamentos em todo o país, através do novo edital.”
O coordenador explica que a autarquia não paga a empresa contratada por multa emitida e sim por faixa fiscalizada. O serviço incluindo as 633 faixas fiscalizadas (nas 298 lombadas existentes) chegou a custar ao DNIT aproximadamente R$ 7 milhões ao mês.


25/01/2006

Fonte: ABTC News

 

Curso Licitações

26/02/2024

Os Pilares da Transparência e Eficiência nas Licitações Públicas

No universo das licitações públicas, a integridade...

26/02/2024

Contenção de alagamentos: encaminhada licitação da nova barragem

A Administração Municipal de Concórdia, por meio d...

26/02/2024

Prefeitura abre licitação para revitalizar rodoviária de Paranaíba

A rodoviária de Paranaíba, município a 410 quilôme...

26/02/2024

Fundo Municipal de Saúde de Bom Jesus lança licitação para comprar 75 mil litros de combustível

O Fundo Municipal de Saúde de Bom Jesus lança lici...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita