DF deve ter 100 ônibus adaptados para deficientes até o fim do ano


O Distrito Federal deve ter, até o final deste ano, 100 ônibus com elevador de nivelamento para portadores de necessidades especiais. A previsão é da Secretaria de Transportes que, nesta segunda-feira, divulgou o itinerário de 22 veículos com acessibilidade. Os veículos estão circulando desde 1º de novembro. Os ônibus especiais que já estão nas ruas pertencem à Viação Planeta. Outras empresas – Grupo Amaral e Riacho Grande – se comprometeram a entregar mais carros em um prazo de 30 a 40 dias. Por exigência de um decreto federal, até o final de 2008 todos os ônibus terão que estar equipados para garantir acesso aos deficientes físicos.
Mas é possível que nem toda as empresas do DF ofereçam o serviço até o fim do ano. No início de 2007, quando o Governo do Distrito Federal (GDF) acordou com as empresas a aquisição de 530 ônibus para renovação da frota local, a empresa Viplan foi a única a não cumprir sua cota, de 160. O proprietário, Wagner Canhedo Filho, colocou nas ruas 80 veículos, alegando atraso na entrega por parte dos fornecedores. A viação continua devendo metade dos ônibus. Do total, a empresa terá que oferecer 40 veículos adaptados.
Em junho deste ano, o governo preparou edital de licitação para redistribuir as linhas da Viplan. No momento, entretanto, o processo está suspenso por determinação do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF), que examina o edital. “De qualquer maneira, no ano que vem vamos licitar toda a frota em razão do Brasília Integrada e os editais vão exigir que todos os veículos tenham acessibilidade”, afirmou o secretário de Transportes, Alberto Fraga. O projeto Brasília Integrada prevê a ligação dos meios de transporte no DF – ônibus, metrô, microônibus – com recursos do Banco Mundial. A frota de ônibus poderá ser menor do que a de hoje, mas será suprida por outros tipos de veículos, que serão disponibilizados em conjunto com os ônibus tradicionais.
Divulgação
Apesar de os ônibus com acessibilidade estarem disponíveis para a população do DF há quase um mês, a baixa demanda por parte dos portadores de necessidades especiais surpreendeu a Secretaria de Transportes. Segundo Alberto Fraga, apenas seis cadeirantes usaram o elevador de nivelamento em um período de mais de 30 dias. “Escolhemos justamente as linhas mais utilizadas para serem as primeiras. Acreditamos que possa ter sido um problema de baixa divulgação e, por isso, estamos disponibilizando os itinerários”, afirmou o secretário de Transportes. A partir de hoje, os horários e itinerários dos 22 veículos podem ser visualizados na página da secretaria na Internet.
Expectativa
Portadores de deficiência que dependem do transporte coletivo no DF estão na expectativa de que a chegada dos 22 primeiros ônibus especiais, e dos que estão por vir, represente melhora na qualidade de vida. O estudante Augusto Gonçalves de Queiroz, 20 anos, é cadeirante e morador do Paranoá. Freqüentemente depende dos ônibus para chegar ao Hospital Sarah Kubitschek, no Plano Piloto, onde faz tratamento. Ele relata que, muitas vezes, os motoristas não param para idosos e deficientes. “Fico muito tempo no ponto de ônibus. A gente espera que agora melhore”, comenta.


03/12/2007

Fonte: CorreioWeb

 

Curso Licitações

18/04/2024

Governo abre licitação para recuperar Morro da Serrinha

A Secretaria-Geral da Governadoria de Goiás (SSG) ...

18/04/2024

Governador assina ordem de licitação das obras do Aeroporto Regional nesta sexta

Após uma semana da entrega do projeto técnico de m...

18/04/2024

Licitação para Dragagem no Porto de Ilhéus é publicada no Diário Oficial da União

Foi publicado na edição desta quinta-feira (18) do...

18/04/2024

Licitação da duplicação do trecho urbano da 352 será publicada na semana que vem

A Prefeitura de Pará de Minas deve encaminhar para...
Notícias Informativo de Licitações
Solicite Demonstração Gratuita